ATUAL LEGISLATURA

Veja quanto os deputados federais de SP já gastaram de 2019 a 2022

Diário do Litoral revela os gastos dos deputados paulistas em cota parlamentar; veja os campeões de gastos e de economia

Bruno Hoffmann

Publicado em 24/08/2022 às 19:32

Atualizado em 26/08/2022 às 11:27

Compartilhe:

Congresso Nacional, em Brasília, local de trabalho de 70 deputados federais por SP / Daniel Villaça/Gazeta de S. Paulo

Os deputados federais têm direito a uma série de benefícios. Além, é claro, do salário de R$ 33.763 mensais, 17 vezes acima da média nacional, que está em volta de R$ 1.900, segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Previdência.

Por meio dos canais de transparência da Câmara, a Gazeta levantou o valor usado de janeiro de 2019 a agosto de 2022 - ou seja, na atual legislatura - pelos 70 deputados federais que representam o estado de São Paulo somente em cota parlamentar. O valor é oferecido aos deputados para custear despesas como passagens aéreas, telefonia, correios, aluguel de veículos, material de escritório e combustível.

Balcão para compra de passagens aéreas no Congresso NacionalBalcão para compra de passagens aéreas no Congresso Nacional/Daniel Villaça/Gazeta de S. Paulo

Na atual legislatura, os deputados paulistas já utilizaram R$ 83,4 milhões com esse benefício. O maior gasto de 2022 é com divulgação de atividade parlamentar - ou seja, com comunicação e propaganda dos próprios atos.

Os valores só desse departamento neste ano já superam R$ 3,4 milhões entre os parlamentares paulistas no ano.

De acordo com os dados de transparência da Casa, os três parlamentares paulistas que mais gastaram a cota parlamentar ano a ano são:

2019, primeiro ano da atual legislatura, estes são os deputados que mais usaram a verba:

Alexandre Leite (União Brasil) - R$ 460.327,05

Alex Manente (Cidadania) - R$ 421.952,75

Roberto de Lucena (Republicanos) - R$ 419.478,27

Já em 2020, os personagens mudaram completamente, mas ainda aparecem duas vezes parlamentares do Republicanos. O PT também surge pela primeira vez no top 3:

Herculano Passos (Republicanos) - R$ 454.958,12

Vinicius Carvalho  (Republicanos) - SP R$ 453.641,39

Paulo Teixeira  (PT) - SP R$ 444.612,49

Em 2021, entre os parlamentares que mais usaram a cota surge novamente Alexandre Leite. Há a novidade de Orlando Silva e de Alexandre Padilha na lista.

Alexandre Leite (União Brasil) - SP R$ 482.892,33

Orlando Silva (PCdoB) - SP R$ 449.985,34

Alexandre Padilha (PT) - SP R$ 447.700,88

Já entre os campeões de gastos apenas em 2022, no período entre janeiro e agosto, novamente aparece Alexandre Leite. A lista ainda tem Gilberto Nascimento e, mais uma vez, Herculano Passos.

Gilberto Nascimento (PSC) - R$ 309.735,21

Alexandre Leite (União Brasil) - R$ 275.812,10

Herculano Passos (Republicanos) - R$ 274.142,22

Por outro lado, os três mais econômicos são, contando apenas o ano de 2022:

Marcio Alvino (PL) - R$ 80,56

Adriana Ventura (Novo) - R$ 19.952,76

Sargento Alexandre (Podemos) - R$ 51.177,06 

Para pesquisar os gastos dos deputados por meio do portal de transparência da Câmara, clique aqui.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Onda de calor se aproxima do litoral de SP e deve durar dois dias

Sensação térmica deve chegar na casa dos 33º C

Cotidiano

Premiações da Mega-Sena saem para Mongaguá e Praia Grande; veja quanto e lotéricas

Sorteio foi realizado pela Caixa Econômica Federal na noite do último sábado (20)

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter