Alexandre de Moraes

TSE manda sites bolsonaristas removerem conteúdo que indicava voto de Marcola a Lula

O ministro estipulou multa diária de R$ 100 mil em caso de não cumprimento da decisão

JOSÉ MARQUES E MATEUS VARGAS - FOLHAPRESS

Publicado em 02/10/2022 às 09:18

Atualizado em 02/10/2022 às 09:20

Comentar:

Compartilhe:

Ele também determinou que o conteúdo seja removido da Jovem Pan, dos perfis do presidente Jair Bolsonaro (PL) e de seus filhos, Eduardo e Flávio Bolsonaro / José Cruz/Arquivo Agência Brasil

O ministro Alexandre de Moraes, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), determinou neste domingo (2) que o portal O Antagonista remova conteúdo "sabidamente inverídico" que dizia que o líder do PCC, Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, declarou voto em Lula.

O ministro estipulou multa diária de R$ 100 mil em caso de não cumprimento da decisão.
Ele também determinou que o conteúdo seja removido da Jovem Pan, dos perfis do presidente Jair Bolsonaro (PL) e de seus filhos, Eduardo e Flávio Bolsonaro, e de sites da internet e páginas bolsonaristas nas redes sociais.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Descubra os nomes inspirados no espaço sideral que são mais escolhidos

A novela 'Família é Tudo', se aproveitou dessa popularidade e nomeou as protagonistas em homenagem ao Sistema Solar

Cotidiano

Sua grande chance! PATs do Litoral de SP oferecem 319 vagas de emprego; confira

Oportunidades são para todos os níveis de escolaridade

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter