X

SALÁRIO DE R$ 21,5 MIL

Tarcísio nomeia irmão de Michelle Bolsonaro como assessor especial

Diego Torres Dourado, irmão da ex-primeira-dama, foi nomeado para o cargo de assessor especial do governo, com salário de R$ 21,5 mil

Fábio Zanini - Folhapress

Publicado em 11/01/2023 às 14:21

Atualizado em 11/01/2023 às 14:24

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Tarcísio de Freitas / Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), nomeou nesta quarta-feira (11) Diego Torres Dourado, irmão da ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro, para o cargo de assessor especial do governo, com salário líquido de R$ 21,5 mil.

O indicado é mais um bolsonarista que ganha espaço na administração estadual. Outros nomes que se encaixam no perfil são os secretários Sonaira Fernandes (Políticas para Mulher) e Guilherme Derrite (Segurança Pública) e o secretário-executivo do Desenvolvimento Social, Filipe Sabará.

Tarcísio vem sofrendo críticas de bolsonaristas por desprezar aliados antigos, enquanto contempla nomes ligados ao PSD do secretário de Governo, Gilberto Kassab.

Militar da Aeronáutica, Dourado é filho de Vicente de Paulo Reinaldo e irmão de Michelle por parte de pai. Até outubro do ano passado, trabalhou como assistente parlamentar da primeira-secretaria do Senado, à época comandada pelo senador Irajá (PSD-TO), aliado da família Bolsonaro. No cargo, recebia salário de R$ 13,5 mil.

Antes de ir para o Senado, ele recebia R$ 5.600 no Ministério da Defesa, também em cargo de confiança.
Procurado por meio de sua assessoria, o governador não quis comentar o assunto.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Confira o resultado do Timemania no concurso 2094, neste sábado (18)

O prêmio é de R$ 2.200.000,00

Cotidiano

Confira o resultado da Quina no concurso 6444, neste sábado (18)

O prêmio é de R$ 20.500.000,00

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter