FORTUNA

Mega da virada: quanto rende R$ 450 milhões na poupança?

Última loteria oficial do ano pagará o maior prêmio da história

Joe Silva

Publicado em 20/12/2022 às 10:35

Atualizado em 20/12/2022 às 10:37

Comentar:

Compartilhe:

Especialistas explicam porque deixar toda a fortuna na poupança não seria uma boa ideia / Marcelo Casal Jr/Agência Brasil

Com a chegada do fim de dezembro, muitos brasileiros gostam de fazer a famosa “fezinha” na Mega Sena da Virada. Neste ano o sorteio da loteria oficial promete ser o maior de história para o dia 31 de dezembro, com prêmio de R$ 450 milhões. Mas quanto essa fortuna rende se for investida?

Apesar de o prêmio ser realmente atraente para qualquer pessoa, o ganhador precisa estar atento ao risco de perdas, uma vez que a má administração da fortuna e gastos desenfreados podem levar o milionário à ruína. É o que explica Antonio van Moorsel, estrategista-chefe da Acqua Vero Investimentos, ao portal IG.

“Fortunas podem ser construídas ou destruídas no longuíssimo prazo. Em 40 anos, um país pode passar por crises econômicas e políticas, hiperinflação, guerras, entre outros tantos fatores que podem fazer mesmo um patrimônio de quase meio bilhão ir pelo ralo”, alerta. 

De acordo com Moorsel, o ganhador (ou ganhadores) não pode esquecer de alguns princípios importantes para fazer uma boa administração do prêmio. “O ideal é contar com o apoio de profissionais para as escolhas que a pessoa precisará fazer, como uma assessoria de investimentos, para saber onde e de que maneira aplicar a fortuna para manter o patrimônio protegido da inflação e dos riscos, bem como lidar com diversas questões tributárias e jurídicas que de uma hora pra outra passarão a fazer parte da sua vida”, explica o especialista.

Quanto rende R$ 450 milhões na poupança?

Também nesta época do ano, muitos brasileiros se costumam se perguntar qual seria o rendimento do prêmio da Mega da Virada na poupança. Segundo cálculos da Caixa Econômica Federal, o rendimento é de cerca de R$ 2,7 milhões no primeiro mês. Após isso, o valor aumentaria mês a mês, por conta dos juros compostos. 

Mas deixar tudo na poupança pode não ser a melhor estratégia. “É importante sempre contar com uma carteira diversificada. Nesse caso é possível ter um portfólio considerado conservador, com grande parte dos investimentos em renda fixa, mas parte também em fundos multimercado, moedas, ativos no exterior e produtos alternativos. Importante destacar, também, que para quem conta com uma capacidade de investimento de R$ 450 milhões abrem-se diversas oportunidades sofisticadas de investimento que normalmente não estão à disposição dos investidores de varejo, como fundos exclusivos, por exemplo. Por isso é importante contar com uma assessoria profissional”, completa van Moorsel. 

 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Litoral de SP é um dos três melhores pontos de mergulho do Brasil; veja onde e como

Atração fica a 45 km de distância da praia da cidade

Esportes

Porto de Santos pode fechar patrocínio com o Alvinegro Praiano; entenda

Valor será aplicado nas categorias de base e na equipe profissional

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter