Brasil

Governo decide injetar R$ 30 milhões em qualificação de presos

Foi criado um grupo de trabalho para mapear o mercado e identificar quais cursos de qualificação profissional devem ser ofertados aos detentos

Agência Brasil

Publicado em 18/01/2017 às 14:30

Comentar:

Compartilhe:

O governo federal decidiu injetar R$ 30 milhões no projeto Começar de Novo / Divulgação

Como mais uma medida para tentar reagir à crise no sistema penitenciário, o governo federal decidiu injetar R$ 30 milhões no projeto Começar de Novo, criado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) há oito anos para proporcionar a reinserção profissional de pessoas presas.

De acordo com o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, que se reuniu na manhã de hoje (18) com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Cármen Lúcia, a meta será beneficiar 15 mil detentos com qualificação profissional. Questionado, ele não especificou de onde sairão os recursos para a parceria.

Por enquanto, foi criado um grupo de trabalho com técnicos do Ministério do Trabalho e do CNJ para mapear o mercado e identificar quais cursos de qualificação profissional devem ser ofertados aos detentos. A intenção, segundo Nogueira, é fazer um lançamento oficial da parceria até o dia 10 de fevereiro.

Por meio do Começar de Novo, os tribunais de Justiça estaduais promovem ações de qualificação e firmam parcerias com empresas visando a reinserção profissional de detentos.

Dados do CNJ mostram que 16.622 vagas de emprego foram criadas pelo projeto desde 2009, mas somente 11.828 foram preenchidas.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Quer trabalhar? Entenda o que PAT e veja o endereço em cada cidade do Litoral de SP

Diário do Litoral te alerta a cada sessão de oportunidades

Cotidiano

Aproveita! Imigrantes e Anchieta têm caminho livre neste sábado

Informação foi divulgada pela Ecovias

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter