Brasil

Governo de São Paulo reajusta em 7,62% piso salarial do Estado

O piso da primeira faixa, que abrange empregados domésticos, pescadores e pintores, passará de R$ 1.000 para R$ 1.076,20

Folhapress

Publicado em 31/03/2017 às 21:01

Comentar:

Compartilhe:

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, sancionou nesta quinta-feira (30) o reajuste de 7,62% do piso salarial de funcionários cujas categorias são regidas por leis estaduais.

O piso da primeira faixa, que abrange empregados domésticos, pescadores e pintores, passará de R$ 1.000 para R$ 1.076,20.

Já o valor mínimo da segunda faixa, que inclui trabalhadores de serviços de higiene e saúde e operadores de rádio, subirá de R$ 1.017,00 para R$ 1.094,50.

O projeto de lei prevendo os reajustes havia sido aprovado pela Assembleia Legislativa de São Paulo em 21 de março.

Os valores não serão aplicados às categorias que tenham outros pisos definidos em lei federal, em convenção ou acordo coletivo de trabalho. Também não se aplicam a servidores públicos estaduais e municipais, e aos contratos de aprendizagem.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Aproveita! Imigrantes e Anchieta têm caminho livre neste sábado

Informação foi divulgada pela Ecovias

Cotidiano

Free Flow já registou mais de 600 mil multas em rodovia do Litoral de SP; entenda

Rio-Santos já conta com a trechos monitorados por novo sistema de cobrança

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter