X

Brasil

Clientes do Itaú caem em golpe do Pix que já fez vítimas em outros bancos

Criminosos utilizam até músicas parecidas com as do atendimento oficial da instituição para enganar consumidores

Jeferson Marques

Publicado em 09/02/2023 às 14:42

Atualizado em 09/02/2023 às 15:29

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Agência do Itaú, em Brasília / Arquivo/Agência Brasil

Clientes de diversos bancos do Brasil são vítimas de um golpe que utiliza o Pix como caminho. Simulando inclusive músicas originais das instituições e um atendimento idêntico aos oficiais, os criminosos conseguiram enganar muitas pessoas, conforme relatos nas redes sociais. Em razão disso, o Itaú, instituição que passou por isso recentemente, dá dicas de como não se tornar uma nova vítima.

Toda a ação é feita via telefone. Os golpistas ligam para os clientes e, de forma educada, calma e profissional, simulam estar em uma central de atendimento e usam, inclusive, jingles e efeitos sonoros idênticos aos dos bancos oficiais. Para ganhar a confiança da vítima são os próprios criminosos que confirmam dados dela, como última movimentação na conta e saldo, por exemplo, e as convencem de que aquele é, de fato, um funcionário da instituição financeira.

O detalhe é: como os bandidos conseguiram acesso à informações sigilosas do cliente?

O golpe segue e a pessoa é informada de que alguém fez movimentações suspeitas em sua conta e que, para cancelar a operação, um Pix - no mesmo valor da movimentação - deveria ser feito, para o sistema do banco reconhecer a duplicidade e cancelar tudo. Balela.

Alguns consumidores percebem o golpe, mas, infelizmente, outros não, e acabam recebendo pelo Whatsapp uma chave Pix para que a quantia seja enviada. Ao fazer, o golpe é concluído com sucesso.

Na última semana inúmeras pessoas relataram o golpe nas redes sociais.

Em contato com a Reportagem do DL, o banco Itaú disse que, "caso seus clientes recebam ligações com esse tipo de abordagem ou estejam em dúvida sobre a veracidade do contato, devem desligar imediatamente e, a partir de outro aparelho telefônico, entrar em contato com a central de atendimento ou com seu gerente bancário".

Confira, na íntegra, a nota do Itaú:

O Itaú Unibanco tem a segurança e a proteção de dados como prioridades e investe continuamente em tecnologias para o fortalecimento de sistemas, aplicativos e sigilo de informações, além de seguir com rigor todas as diretrizes dos órgãos reguladores. 

 O banco reforça as orientações para que os clientes se atentem a possíveis tentativas de golpes envolvendo abordagens de falsas centrais de segurança ou falsos funcionários da instituição. Neste sentido, esclarece que ligações recebidas pelos clientes solicitando qualquer documento, senhas, dados cadastrais e financeiros, estornos ou a realização de transferências não são práticas da instituição, portanto, os clientes não devem, em hipótese alguma, digitar ou informar senhas no aparelho telefônico quando não efetuaram a ligação de forma ativa e espontânea. Seguindo rigorosamente essas práticas, os golpistas não terão qualquer forma de acessar ou movimentar indevidamente a conta corrente do cliente.

 Conforme o banco comunica de forma recorrente e por diferentes canais, caso receba ligação com esse tipo de abordagem ou esteja em dúvida sobre a veracidade do contato, o cliente deve desligar imediatamente e, a partir de outro aparelho telefônico, entrar em contato com a central de atendimento ou com seu gerente bancário.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Mau presságio? Branqueamento de corais pode ser sinal da morte dos oceanos; entenda

Estruturas são a base do Oceano

Cotidiano

Biquíni com casaco? Litoral de SP terá sol nos próximos dias, mas sem calor

Apesar da presença constante do sol, as máximas não passam dos 23 graus

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter