X

GRANDE CAMPEÃ

Carnaval: saiba o horário da apuração e como funcionará o julgamento de cada quesito em SP

Leitura das notas acontecerá no Sambódromo do Anhembi, zona norte da Capital; jurados avaliaram e pontuaram nove quesitos, entre eles fantasia, bateria e comissão de frente

Matheus Herbert

Publicado em 20/02/2023 às 16:10

Atualizado em 20/02/2023 às 16:10

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Mocidade Alegre é uma das agremiações mais vencedoras do Carnaval de SP / Alice Vergueiro/Folhapress

Depois de desfiles memoráveis na última sexta-feira (17) e sábado (18) a grande campeã do Carnaval de São Paulo deste ano será revelada na tarde desta terça-feira (21). A apuração dos desfiles das escolas de samba do Grupo Especial será realizada a partir das 16h. A leitura das notas acontecerá no Sambódromo do Anhembi, zona norte da Capital, e será acompanhada apenas por diretores das escolas, convidados e profissionais da imprensa. 

Os jurados avaliaram e pontuaram nove quesitos, sendo eles: Bateria, Harmonia, Samba-Enredo, Fantasia, Alegoria, Enredo, Mestre-Sala e Porta-Bandeira, Evolução e Comissão de Frente. 

Julgamento

De acordo com o regulamento, cada quesito será avaliado por quatro jurados, que poderão distribuir notas que vão de 8 a 10. Será permitido dar notas decimais, por exemplo: 9.7. A menor das quatro notas será descartada no fim da avaliação do quesito.

Ainda de acordo com o regulamento, no caso de empate no total dos pontos, a Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo (Liga-SP), responsável pela organização do Carnaval, utilizará os seguintes critérios de desempate: 

- Contabilização das notas descartadas de todos os quesitos. 
-  Avaliação das notas dos quesitos de desempate que serão sorteados antes do início da apuração.

As duas escolas que tiverem os piores somatórios gerais serão rebaixadas e disputarão o grupo de acesso no Carnaval 2024. O texto conta com informações do “UOL”.

Fortes candidatas ao título de Campeã 

Neste ano, mais uma vez, o Carnaval de São Paulo teve uma disputa acirrada entre as agremiações. Após os desfiles, figuram como candidatas ao título as escolas: Acadêmicos do Tatuapé, Rosas de Ouro, Mancha Verde (atual campeã), Mocidade Alegre e Dragões da Real. 

Entenda como é julgado cada quesito

• Quesito Bateria: inalterabilidade do ritmo, a versatilidade e a criatividade e a perfeita combinação dos sons emitidos pelos vários instrumentos.

• Quesito Samba-Enredo: adequação da letra ao enredo; clareza e coesão da letra do samba, assim como a riqueza poética.  

• Quesito Harmonia: perfeita igualdade do canto do Samba-Enredo pelos componentes da Escola em consonância com o “Puxador” (cantor intérprete do samba) e a regularidade do canto durante todo o tempo de desfile.

• Quesito Evolução: fluência da apresentação (com penalidades para correrias, atrasos ou retornos de alas); empolgação dos membros do desfile e sua entrega à dança; coesão do desfile, isto é, a manutenção adequada do espaço entre alas e alegorias.

• Quesito Enredo: formação de uma narrativa a partir da sequência das alas no desfile. 

• Quesito Alegorias: criatividade sem deixar de possuir significado dentro do enredo; exploração e distribuição de materiais e cores; acabamentos e cuidados na confecção e decoração.

• Quesito Fantasias: concepção e a adequação das fantasias ao Enredo; criatividade com os materiais, cores e formas adotados, assim como a variedade de detalhes das fantasias. Também são avaliados os detalhes e uniformidade dentro das mesmas alas.

• Quesito Comissão de Frente: cumprimento de sua função principal de saudar o público e apresentar a agremiação, tudo isso de forma gentil e graciosa; impacto positivo ao público, no momento da apresentação da agremiação.

• Quesito Mestre-Sala e Porta-Bandeira: fantasias, coreografia e apresentação do casal; a harmonia do par e movimentos coordenados.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mongaguá

Suspeito de participação no 'Tribunal do Crime' é preso em Mongaguá

Homem teria ligação com o Primeiro Comando da Capital

Esportes

Assim como Cássio, Santos já teve ídolos que saíram pela porta dos fundos

Problemas financeiros e falta de times competitivos foram os principais motivos

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter