Brasil

Arcebispo de Aparecida fala sobre eleição e diz que é preciso vencer ódio

Na fala, disse que é preciso escutar Maria e a população

Folhapress

Publicado em 12/10/2022 às 14:24

Comentar:

Compartilhe:

O arcebispo de Aparecida, dom Orlando Brandes / Divulgação

O arcebispo de Aparecida, dom Orlando Brandes, afirmou na manhã desta quarta-feira (12) que "é preciso vencer os dragões do ódio e da mentira". A frase fez parte da homilia da missa solene na basílica do Santuário Nacional de Aparecida, lotada e com gente aglomerada do lado de fora.

Na fala, disse que é preciso escutar Maria e a população. "Maria venceu o dragão, e temos muitos outros que ela vencerá." Após citar que o da pandemia já havia sido vencido, mencionou os do ódio e da mentira.

"Temos o dragão do ódio, que faz tanto mal, e o da mentira. E a mentira não é de Deus, é do maligno", afirmou o religioso, que listou em seguida os dragões do desemprego, da fome e da incredulidade.

Ele também defendeu a importância do voto, em uma referência ao segundo turno, no próximo dia 30, à Presidência e aos governos estaduais. "É necessário exercer esse direito", afirmou. "Está faltando pão, faltando fraternidade. Esse é o vinho que precisamos nos dias de hoje", disse, em outro trecho do sermão.

No ano passado, durante seu discurso, o arcebispo pregou "vamos abraçar os nossos pobres e também nossas autoridades para que juntos construamos um Brasil pátria amada. E para ser pátria amada não pode ser pátria armada", em uma referência ao presidente Jair Bolsonaro (PL), defensor do armamento, que mais tarde visitou o santuário.

No dia seguinte, o presidente rebateu o bispo dizendo que respeitava o religioso, mas que antes no Brasil "só bandido tinha arma de fogo".

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Esportes

Quanto vale o ouro? Saiba a premiação de cada medalha olímpica

Valor teve uma evolução de 40 % em comparação a Tóquio 2020

Cotidiano

Concurso da Prefeitura de Santos tem salários de até R$ 10 mil; veja vagas

As inscrições para o concurso público vão até o dia 18 de julho

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter