X
Mundo

Trump pressiona Japão por acordo de comércio bilateral com os EUA

O comércio com o Japão não é justo nem aberto para os Estados Unidos, disse o presidente americano

Donald Trump aumentou a pressão sobre os japoneses por um acordo comercial bilateral / Associated Press

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, aumentou a pressão sobre os japoneses por um acordo comercial bilateral. Segundo Trump, o país asiático tem "ganhado" há décadas. O americano ainda sugeriu que as negociações se prolongam por mais tempo do que ele gostaria.

O comércio com o Japão não é justo nem aberto para os EUA, disse Trump na residência do embaixador americano em Tóquio nesta segunda-feira. Ele acrescentou, porém, que está "otimista sobre o futuro de nossa parceria econômica". "Nosso comércio com o Japão não é livre e não é recíproco e eu sei que será", afirmou Trump. "Nós iniciamos o processo e isso dura um longo tempo. E eu sei que seremos capazes de chegar a acordos comerciais e que os conceitos de comércio serão justos para os dois países e eu acho realmente que será melhor para os dois."

O presidente não disse exatamente em quanto gostaria de reduzir o déficit comercial com o Japão, que totalizou quase US$ 70 bilhões no ano passado por bens e serviços, cerca do mesmo que em 2015. "Eu tenho que dizer que, por muitas décadas, o Japão tem ganhado", afirmou Trump. "Vocês certamente sabem isso."

Trump e o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, falaram sobre sua relação próxima. Os dois líderes jogaram golfe juntos no Japão e nos EUA e conversaram mais de dez vezes ao telefone. A questão comercial, porém, poderia atrapalhar essa amizade, segundo Sheila Smith, pesquisador sênior para Estudos do Japão do Conselho sobre Relações Exteriores.

O Japão era um forte defensor da Parceria Trans-Pacífico (TPP, na sigla em inglês), um acordo comercial que uniria os EUA e países asiáticos. Trump, porém, decidiu abandonar o TPP neste ano.

Trump deve partir na manhã de terça-feira para Seul, o segundo dos cinco países que ele pretende visitar nos dez dias que deve ficar na Ásia.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Educação

PG sedia Fórum Regional da Educação promovido pela UVEBS

Encontro teve como tema central os "Desafios Durante a Pandemia"

Política

Lula elogia Dilma, mas diz que, aparentemente, aliada 'não gostava de conversar'

Ao comentar que política não se aprende da Universidade, Lula declarou que, apesar da competência técnica da sua sucessora, ela parecia não estar aberta ao diálogo, e justificou afirmando que a experiência da Dilma "foi muito sofrida"

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software