Trump critica Obama sobre investigação da interferência russa na eleição de 2016

O republicano disse que Obama preferiu não levar adiante a investigação 'porque esperava que Hillary Clinton, a candidata democrata, fosse ganhar'

Comentar
Compartilhar
26 JUN 2017Por Estadão Conteúdo19h30
Donald Trump criticou o seu antecessor pela forma como reagiu às notícias de interferências na campanha presidencial de 2016Foto: Jogn Locher/Associated Press/Estadão Conteúdo

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou o seu antecessor, Barack Obama, pela forma como reagiu às notícias de que agentes russos poderiam estar interferindo na campanha presidencial de 2016 no país.

Em seu perfil no Twitter, o republicano disse que Obama preferiu não levar adiante a investigação "porque esperava que Hillary Clinton, a candidata democrata, fosse ganhar".

"A história que importa é que o presidente Obama não fez NADA após ser informado em agosto sobre a interferência russa. Com quatro meses de investigações, eles têm zero "fitas" sobre conspiração", escreveu. "