Trump acusa Obama de ter grampeado seus telefones antes da eleição

O presidente dos EUA, no entanto, não apresentou quaisquer provas de suas acusações

Comentar
Compartilhar
04 MAR 2017Por Folhapress20h02
Donald Trump acusou seu antecessor, Barack Obama, de ter grampeado seus telefonesFoto: Associated Press

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou neste sábado (4) seu antecessor, Barack Obama, de ter grampeado seus telefones durante a campanha eleitoral do ano passado. Trump, no entanto, não apresentou quaisquer provas de suas acusações.

Numa série de tuítes publicados pela manhã, o presidente norte-americano escreveu "Terrível! Apenas descobri que Obama tinha "grampeado" meus telefones na Trump Tower um pouco antes da vitória".

Trump prosseguiu: "Eu apostaria que um bom advogado poderia levar adiante um caso pelo fato de que o Presidente Obama grampeou meus telefones em outubro, antes da eleição!".

Em outro tuíte, Trump comparou a alegada vigilância de suas comunicações ao caso Watergate, o escândalo que no início dos anos 1970 derrubou o presidente republicano Richard Nixon depois de ele ter ordenado uma invasão da sede do Partido Democratas em Washington.

"Quão baixo foi o presidente Obama ao grampear meus telefones durante o sagrado processo eleitoral. Isso é Nixon/Watergate. Cara ruim (ou doente)!".