Tiroteio com 2 mortos fecha local em que seleção treinaria nos EUA

Segundo a polícia, o atirador matou uma pessoa e depois se suicidou

Comentar
Compartilhar
01 JUN 2016Por Folhapress17h45
Tiroteio com 2 mortos fecha local em que seleção treinaria nos EUATiroteio com 2 mortos fecha local em que seleção treinaria nos EUAFoto: Reprodução/Twitter

Um tiroteio no campus da UCLA, a Universidade da Califórnia em Los Angeles, deixou duas pessoas mortas nesta quarta-feira (1º). A seleção brasileira treinaria no local durante a tarde, em preparação para a estreia na Copa América do Centenário, mas foi obrigada a mudar os seus planos.

Segundo a polícia, o atirador matou uma pessoa e depois se suicidou. A informação é que não há mais risco no campus, e os estudantes estão sendo retirados. A arma foi encontrada no local.

Os tiros aconteceram no Boelter Hall, por volta das 10h hora local (14h Brasília), que é o prédio de engenharia e ciência da universidade.

Um raio de 2 km do campus da UCLA em Westwood foi fechado.

Até esta terça-feira (31), a seleção trabalhou no StubCenter, onde fica o centro de treinamento e o estádio do Los Angeles Galaxy, time que disputa a principal liga de futebol dos Estados Unidos, a MLS, e onde repetirá o treinamento nesta quarta.

O local não faz parte de um dos CTs oficiais da Copa América, por isso o Brasil teria que usar, a partir desta quarta, o campo da UCLA.

No entanto, a organização do torneio abriu uma exceção para que o Brasil use novamente o campo do LA Galaxy devido ao fechamento da universidade após os disparos.

O trabalho estava marcado para começar às 17h (21h de Brasília).