Síria diz que bombardeio americano matou 9 civis

As vítimas civis estavam nos povoados situados nos arredores da base área de Shayrat, atacada pelos Estados Unidos

Comentar
Compartilhar
07 ABR 2017Por Agência Brasil11h30
Imagem divulgada pela Marinha americana de míssil sendo lançado do porta-aviões americanoImagem divulgada pela Marinha americana de míssil sendo lançado do porta-aviões americanoFoto: FORD WILLIAMS/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Pelo menos nove civis, entre eles quatro crianças, morreram hoje (7) e outros sete ficaram feridos no bombardeio americano contra uma base militar síria, informou a agência oficial Sana. As vítimas civis estavam nos povoados de Al Hamrat, Al Shayrat e Al Manzul, situados nos arredores da base área de Shayrat, atacada pelos Estados Unidos. A informação é da agência de notícias EFE.

A agência Sana acrescentou que o ataque também causou uma grande destruição nas casas desses povoados da província de Homs. Em Shayrat caíram dois mísseis Tomahawk que provocaram a morte de cinco civis, entre eles três crianças, enquanto em Al Hamrat morreram outras quatro pessoas, entre eles um menor, pelo impacto de um míssil, segundo a agência.

Na cidade de Al Manzul, que fica a quatro quilômetros da base aérea, sete pessoas ficaram feridas. O Exército sírio confirmou que seis militares morreram no ataque, mas o Observatório Sírio de Direitos Humanos elevou o número de vítimas militares a sete, incluindo um comandante.