Singapura: Bebê nasce com anticorpos da Covid-19

Mãe, que foi infectada durante a gravidez, revelou que o filho nasceu sem a infecção; caso está sendo estudados por médicos locais

Comentar
Compartilhar
30 NOV 2020Por Gazeta de S. Paulo14h40
O Portal Covid-19 do TCE-SP é atualizado mensalmente com informações coletadas pela Corte junto às administrações após o encerramento de cada mêsFoto: Freepik

Os médicos de Singapura estão estudando o impacto do coronavírus em gestantes e recém-nascidos. O estudo teve início após um bebê nascido de uma mãe infectad, mostrar ter anticorpos contra o vírus, mas não a doença.

Embora algumas gestantes tenham maior risco de desenvolver casos graves do novo coronavírus, a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que ainda não é possível saber se uma gestante infectada pode passar o vírus ao feto ou bebê durante a gravidez ou o parto.

Ao jornal local “Straits Times”, uma moradora de Singapura infectada com o novo coronavírus em março, durante a gravidez, disse que médicos afirmaram que o seu filho anticorpos contra o vírus, mas que nasceu sem a infecção.

O estudo realizado em hospitais públicos do país está ampliando os esforços internacionais para entender melhor se a infecção ou os anticorpos podem ser transferidos durante a gravidez.

"Ainda não se sabe se a presença desses anticorpos em um recém-nascido confere um grau de proteção contra a infecção de covid-19, muito menos a duração da proteção", afirmou o, presidente da Divisão de Obstetrícia e Ginecologia do Hospital Feminino e Pediátrico KK, Tan Hak Koon à “Reuters”.