Se tivermos como avançar na reforma da saúde, faremos isso, diz Casa Branca

O governo Trump e as lideranças republicanas na Câmara dos Representantes se viram forçados a retirar o tema da pauta na sexta-feira

Comentar
Compartilhar
28 MAR 2017Por Estadão Conteúdo21h30
O governo do presidente Donald Trump não está planejando uma estratégia imediata para a reforma da saúde nos Estados UnidosFoto: Associated Press

O porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, afirmou nesta terça-feira que o governo do presidente Donald Trump não está planejando uma estratégia imediata para a reforma da saúde nos Estados Unidos. Spicer disse, porém, que, se a administração tiver uma maneira de avançar na reforma de saúde, "faremos isso".

O governo Trump e as lideranças republicanas na Câmara dos Representantes se viram forçados a retirar o tema da pauta na sexta-feira, após concluírem que não tinham apoio suficiente entre os deputados do próprio partido. Spicer afirmou que o governo Trump não quer, porém, chegar a "um acordo ruim".

O porta-voz também foi questionado sobre uma reportagem do Washington Post, segundo a qual o governo Trump tentou impedir a ex-procuradora-geral interina Sally Yates de falar no Congresso sobre a Rússia. Spicer negou que a informação fosse verdadeira. Segundo ele, Yates divulgou uma nota informando sobre o convite para depor no Congresso sobre o tema e a Casa Branca não fez nada a respeito, o que indica que não havia nenhum problema nisso. O porta-voz criticou o Washington Post e disse que ele "deveria ter vergonha" da reportagem.

Spicer também comentou sobre a agenda de Trump, que assina nesta tarde um decreto para reverter regulações ambientais. Segundo o porta-voz, a intenção é conciliar a proteção ao meio ambiente, mas sem sacrificar o crescimento econômico.

Mais tarde, Trump convidou todos os senadores para a Casa Branca Um item importante do encontro, segundo Spicer, será o pedido do presidente para que o Legislativo aprove a indicação do juiz Neil Gorsuch para a Suprema Corte. Democratas têm resistido a confirmar o nome do magistrado.