Reunião de Trump e May deve ter comércio no topo dos interesses

May buscará lançar as bases para um novo acordo comercial com os EUA e deve receber uma recepção calorosa

Comentar
Compartilhar
27 JAN 2017Por Estadão Conteúdo18h30

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, recebe nesta sexta-feira a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, na primeira reunião do republicano com um líder estrangeiro após a posse. No topo da agenda bilateral está o comércio, no momento em que os dois líderes buscam conduzir a relação bilateral enquanto Londres prepara-se para deixar a União Europeia.

May buscará lançar as bases para um novo acordo comercial com os EUA e deve receber uma recepção calorosa de um presidente que busca reformular os laços econômicos globais do país, em busca de acordos bilaterais em vez de acordos regionais amplos. A dupla deve conceder entrevista coletiva nesta tarde.

May busca apoio para acordos de livre-comércio pelo mundo, com a intenção de mostrar que o plano de tirar o Reino Unido da UE não afetará o crescimento econômico do país. Ela deseja reforçar a relação com aliados como os EUA e construir laços com economias que crescem rapidamente, como a Índia. Em contraste com Trump, ela é uma defensora do livre-comércio e do internacionalismo.