X

Mundo

Queda de avião 'vintage' deixa 20 mortos na Suíça

De acordo com a polícia suíça, o avião "vintage" caiu nas proximidades do pico de Piz Segnas, a uma altitude de 2,5 mil metros.

Estadão Conteúdo

Publicado em 05/08/2018 às 20:58

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

A queda de um avião nos Alpes suíços deixou 20 mortos, neste fim de semana. O acidente ocorreu no sábado e, neste domingo, as autoridades confirmaram que todos os passageiros morreram. O grupo estava sobrevoando as montanhas em um tour promovido por uma empresa local que usa aviões militares antigos para promover suas rotas.

De acordo com a polícia suíça, o avião "vintage" caiu nas proximidades do pico de Piz Segnas, a uma altitude de 2,5 mil metros. Uma ampla operação de resgate foi iniciada ainda no sábado, com cinco helicópteros e o fechamento do espaço aéreo na região do acidente. 

As informações oficiais apontam que todos os 17 passageiros, dois pilotos e uma aeromoça morreram. As vítimas eram suíças e austríacas e tinham comprado o pacote para ter o direito a voar em um avião fabricado na Alemanha em 1939, o Junker JU-52. A empresa que operava o tour é a JU-AIR, especializada em voos panorâmicos com aviões históricos. 

Os motivos do acidente ainda não são conhecidos. Mas as primeiras indicações do especialista suíço Daniel Knecht apontam para uma queda praticamente vertical do avião, em elevada velocidade. Sem uma caixa preta resistente e nem gravações no cockpit, o avião tinha autorização para voar. Mas recuperar as causas do acidente poderá ser um trabalho mais difícil. O que está descartado é a coalizão com outro jato ou com outro objeto.

O avião "mítico" era um dos quatro mantidos pela JU-Air, mantida por um associação de amigos do exército suíço. 

Depois de 40 anos de serviço, os aviões haviam sido abandonados pelas Forças Aéreas da Suíça em 1981. O grupo de amigos colectou US$ 600 mil e renovou as aeronaves. Desde os anos 80, o grupo insiste que havia tido apenas dois pequenos acidentes, sem vítimas. Os dados também mostravam uma frequentação elevada nos tours. Em 2014, por exemplo, 14 mil pessoas embarcaram nos aviões "vintage". 

Um dos aparelhos do grupo ainda foi usado na filmagem de Walkyrie, filme com Tom Cruise. Nos anos 30, ele havia sido originalmente fabricado para o transporte de passageiros. Mas os aparelhos acabaram sendo os preferidos de Adolf Hitler, para fazer campanhas pela Alemanha. 

Num total, 4,8 mil aviões desse modelo foram fabricados e, na Segunda Guerra Mundial, eram destinados ao transporte de material bélico. 

Em duas semanas, esse é o terceiro avião a sofrer um acidente sobre os Alpes. Os outros dois eram jatos privados, com um total de oito vítimas.

 

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Negou

Ex-prefeito Bili garante que não houve dolo e que vai recorrer de decisão

O juiz Leonardo de Mello Gonçalves, da Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), condenou o ex-prefeito Luis Cláudio Bili Lins da Silva por improbidade administrativa e dano ao erário

Itanhaém

Vamos ajudar? Banco de leite materno de Itanhaém precisa de doações

O alimento pode ser compartilhado para ajudar a salvar a vida de diversos bebês na UTI Neonatal

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter