CONFLITO

Putin mobiliza mais tropas para guerra na Ucrânia

Presidente russo convocou 300 mil reservistas

Joe Silva

Publicado em 21/09/2022 às 09:48

Atualizado em 21/09/2022 às 09:49

Comentar:

Compartilhe:

Moscou afirmou que irá usar todo o seu arsenal se o Ocidente fizer o que classificou como "chantagem nuclear" / Pedro Ladeira/Folhapress

A guerra na Ucrânia ainda parece estar longe do fim. É o que indica a nova investida do Kremelin anunciada nesta quarta-feira (21) quando novos 300 mil soldados foram escalados para envio ao território invadido. Além disso, Moscou afirmou que irá usar todo o seu arsenal se o Ocidente fizer o que classificou como "chantagem nuclear".

O conflito, que entra em seu sétimo mês, é palco, portanto, da primeira grande investida deste tipo realizada pela Rússia deste tipo desde a Segunda Guerra Mundial. O texto conta com informações da "Reuters".

A decisão ocorre dias depois que a Ucrânia anunciou vitória na reconquista de parte de seu território na região nordeste, com a expulsão de tropas russas que atuavam nas cidades próximas à fronteira.

"Se a integridade territorial de nosso país for ameaçada, usaremos todos os meios disponíveis para proteger nosso povo - isso não é um blefe", disse Putin em discurso na televisão. A Rússia tem "muitas armas para responder", acrescentou.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Santos

Aprenda e jogue! ODS vira tema de jogo de tabuleiro e digital

Board game também estará disponível para celular e computador

Cotidiano

Sua grande chance! Rumo Logística abre processo seletivo; veja

Empresa é uma das líderes do segmento e oferece vagas em todos os níveis de escolaridades

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter