X

Mundo

Putin defende investigação imparcial de ataque químico na Síria

Putin afirmou que uma solução na Síria só pode ser encontrada por meios pacíficos e sob a proteção da Organização das Nações Unidas

Agência Brasil

Publicado em 02/05/2017 às 21:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

"Aqueles que forem culpados devem ser encontrados e punidos", afirmou Putin / Divulgação

A Rússia condena o uso de armas químicas por qualquer um e quer uma investigação completa e imparcial do ataque com gás venenoso na cidade síria de Khan Sheikhoun, no mês passado, disse o presidente russo, Vladimir Putin, nesta terça-feira (2).

"Aqueles que forem culpados devem ser encontrados e punidos", afirmou Putin, em entrevista coletiva, após encontro com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, na cidade russa de Sochi, no Mar Negro. "Mas isso só pode ser feito após uma investigação imparcial", acrescentou.

Putin afirmou que uma solução na Síria só pode ser encontrada por meios pacíficos e sob a proteção da Organização das Nações Unidas.

Na mesma entrevista, Angela Merkel convocou todos os envolvidos no conflito na Ucrânia para trabalhar em busca do cessar-fogo estabelecido pelo Tratado de Minsk, dizendo que a implementação de tais acordos pode levar à retirada das sanções da União Europeia à Rússia.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Oportunidade

Praia Grande oferece 50 vagas gratuitas para oficina de fotografia

Inscrições começam na próxima segunda (22), no Palácio das Artes

COPA DO BRASIL

Sorteio define mandos das semis da Copa do Brasil; veja quem decidirá em casa

É a primeira vez na história que uma competição de cunho nacional terá a decisão das semis sendo do eixo Rio-SP, com 2 de cada estado

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software