Mundo

Pentágono divulga vídeo do lançamento da 'mãe de todas as bombas'

As imagens aéreas mostram o momento em que a bomba cai na ladeira de uma montanha do distrito de Achin

Agência Brasil

Publicado em 15/04/2017 às 14:30

Comentar:

Compartilhe:

Uma imensa coluna de fumaça e escombros aparece após a explosão / Reprodução

O Pentágono divulgou ontem (14) o vídeo do momento do impacto da bomba GBU-43, a mais potente do arsenal não nuclear dos Estados Unidos e nunca utilizada até ontem, contra um sistema de cavernas do Estado Islâmico (EI) no Afeganistão. As informações são da EFE.

As imagens aéreas mostram o momento em que a bomba conhecida como "mãe de todas as bombas" cai na ladeira de uma montanha do distrito de Achin, na província de Nangarhar, com uma potência equivalente a 11 toneladas de TNT.

Uma imensa coluna de fumaça e escombros aparece após a explosão, que acontece antes de tocar a terra para criar uma potente onda expansiva capaz de derrubar túneis e bunkers ao gerar um pequeno terremoto.

No vídeo é possível observar o avanço da onda expansiva em uma área montanhosa e remota do leste afegão na qual o EI, que chama a essa região da Ásia central de Khorasan (província de seu autoproclamado califado), tinha se fortalecido.

O ataque aconteceu ontem às 19h32, no horário local, 12h02 de Brasília, e nele poderiam ter morrido dezenas de militantes do EI.

Segundo a informação repassada hoje à Agência EFE por um porta-voz do Ministério de Defesa afegão, Muhammad Radmanish, pelo menos 36 membros do EI morreram no ataque, que destruiu ainda uma importante instalação desse grupo terrorista.

O porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, indicou ontem que o objetivo era acabar com um "sistema de túneis e cavernas" do EI no Afeganistão que "lhes permitia mover-se com liberdade e atacar com mais facilidade os militares americanos e as forças afegãs".

A bomba, em serviço desde 2003, só tinha sido utilizada em testes e foi elaborada não só para destruir bunkers e túneis, mas como arma psicológica, pelo impacto que deixa nos sobreviventes.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Pescadores do litoral de SP relatam problemas de saúde após verem OVNI

Um dos homens correu para o porão do seu barco diante do susto

Santos

Baixada Santista recebe IV Semana Tereza de Benguela; veja as datas

Evento contará com uma programação diversificada, incluindo debates, palestras, mesas redondas, oficinas e atividades culturais

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter