Papa Francisco diz que refugiados são 'maior tragédia depois da Segunda Guerra'

A fundação Migrantes foi fundada pela Conferência Episcopal Italiana e se encarrega de organizar a acolhida dos refugiados que chegam ao país

Comentar
Compartilhar
22 MAR 2017Por Folhapress16h00
Francisco afirmou que a situação dos refugiados e da imigração é "a maior tragédia depois da Segunda Guerra Mundial"Foto: Divulgação

O papa Francisco afirmou hoje (22) que a situação dos refugiados e da imigração é "a maior tragédia depois da Segunda Guerra Mundial", durante audiência na Praça São Pedro.

Jorge Bergoglio animou os integrantes da fundação Migrantes a continuar seu empenho "para receber e dar hospitalidade aos refugiados e imigrantes, levando em conta os direitos e deveres recíprocos de quem acolhe e quem é acolhido".

Ele completou dizendo que "não devemos esquecer que o problema dos refugiados, dos imigrantes é hoje a maior tragédia depois da Segunda Guerra Mundial".

A fundação Migrantes foi fundada pela Conferência Episcopal Italiana e se encarrega de organizar a acolhida dos refugiados que chegam ao país.