X
Mundo

Nações Unidas abrem novo acampamento para deslocados no Iraque

A cidade está sendo alvo de uma ofensiva militar desde outubro passado por parte do exército sírio para expulsar forças do Estado Islâmico (EI)

Famílias buscam abrigo no novo acampamento para deslocados da Acnur, no Iraque / Acnur/Caroline Gluck

A Agência das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), abriu mais um acampamento para deslocados internos no Iraque para abrigar milhares de pessoas que estão fugindo da violência no oeste de Mossul. A cidade está sendo alvo de uma ofensiva militar desde outubro passado por parte do exército sírio para expulsar forças do Estado Islâmico (EI). As informações são da ONU News.

A Acnur informou que pelo menos 500 pessoas, 96 famílias, chegaram ao local em vários ônibus desde a terça-feira. O campo de Hasasham U2 fica a aproximadamente 60 km de Mossul. O novo campo foi necessário porque em apenas quatro semanas, o último acampamento aberto pelo Acnur e parceiros em resposta à emergência humanitária na cidade iraquiana está quase atingindo a capacidade máxima de 30 mil pessoas.

Ao chegar a Hasasham U2, cada família recebe uma tenda e itens básicos, como cobertores e utensílios de cozinha. A Acnur já tem mais de mil tendas prontas para acomodar mais de 6 mil pessoas no novo acampamento. A capacidade máxima no local é de 9 mil pessoas.

A agência da ONU afirmou que as famílias que estão fugindo do oeste de Mossul correm alto risco. A cidade está sob forte bombardeio e lutas e não há serviços básicos, comida, água, nem combustível. Muitas pessoas disseram que estão vivendo com apenas uma refeição ao dia, geralmente pão ou farinha e água.

Mais fundos

A Acnur pediu a todas as partes envolvidas no conflito que permitam a saída de civis da região. A agência espera uma fuga em massa do oeste de Mossul, por isso, junto com parceiros, está construindo mais acampamentos. Entre eles, a primeira fase do campo de Al Salamiya 2, ora em construção e que quando estiver pronto terá capacidade para abrigar 30 mil pessoas.O projeto total vai abrigar 60 mil deslocados.

A ONU está preocupada com os fundos para financiar os programas de apoio a refugiados e deslocados internos. Até o momento, a Acnur recebeu apenas 18% dos US$ 578 milhões pedidos.
Segundo as autoridades iraquianas, mais de 630 mil pessoas de Mossul e áreas ao redor da cidade estão deslocadas desde outubro de 2016, quando teve início a operação militar de retomada da região do grupo terrorista EI.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Semana terá clima maluco, por isso, leve guarda-chuva, protetor solar, casaco, para-raio e um bote

Clima indeciso marcará últimos dias de novembro

Brasil

Bolsonaro participa da formatura de cadetes do Exército na Aman

Os 391 cadetes são do 4º ano da Turma Dona Rosa da Fonseca

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software