Forças do Iraque retomam do EI controle de hospital em Fallujah

O Exército do país já expulsou militantes do EI da maior parte da cidade, um de seus últimos bastiões na província de Anbar, a oeste de Bagdá, segundo um oficial militar iraquiano

Comentar
Compartilhar
18 JUN 2016Por Folhapress16h30

 Forças iraquianas retomaram do grupo extremista Estado Islâmico o controle do principal hospital de Fallujah neste sábado (18). O Exército do país já expulsou militantes do EI da maior parte da cidade, um de seus últimos bastiões na província de Anbar, a oeste de Bagdá, segundo um oficial militar iraquiano.

As tropas avançaram com cautela em direção ao hospital, temendo que militantes usassem pacientes como escudos humanos, mas não encontraram civis na parte de dentro, segundo o general Haidel al-Obeidi. Militantes do EI atearam fogo em grande parte do prédio antes de abandoná-lo.

As tropas do país também assumiram o controle do bairro de Dubbat e continuaram avançando em direção ao bairro de Golan, na região norte da cidade. A luta continuava na manhã deste sábado, com a ajuda de aviões de guerra dos EUA e Iraque.

O primeiro-ministro do Iraque Haider al-Abadi havia declarado vitória sobre o EI na região na noite desta sexta-feira (17), mas fontes policiais disseram no sábado que forças do governo ainda não haviam entrado em sete distritos do norte controlados pelo grupo terrorista.

As forças iraquianas também abriram uma segunda frente de batalha neste sábado em preparação para um ataque a Mosul, ao norte, a "capital" da facção radical.

Forças antiterroristas de elite e duas divisões do exército, com o auxílio de ataques aéreos americanos, avançaram em direção a um campo de pouso visto como chave para uma ação de retomada de Mosul, segundo oficiais de segurança do Iraque.