Ex-presidente francês Nicolas Sarkozy será julgado por fraude em campanha

O escritório disse que Sarkozy e outras 13 pessoas irão ao tribunal para responder as acusações de que sua campanha presidencial gastou muito além do teto de 22,5 milhões de euros

Comentar
Compartilhar
07 FEV 2017Por Estadão Conteúdo17h00
A equipe de Sarkozy disse que recorrerá da decisãoFoto: Divulgação

O Ministério Público de Paris disse nesta terça-feira que o ex-presidente da França Nicolas Sarkozy será julgado em uma investigação sobre suposta fraude no financiamento de sua campanha durante sua campanha presidencial de 2012.

O escritório disse que Sarkozy e outras 13 pessoas irão ao tribunal para responder as acusações de que sua campanha presidencial gastou muito além do teto de 22,5 milhões de euros (US$ 24 milhões) e tentou esconder de forma fraudulenta. A equipe de Sarkozy disse que recorrerá da decisão.

A notícia pode pesar ainda mais na confiança do público na política, uma vez que o antigo número de Sarkozy, François Fillon, é candidato de seu partido na eleição presidencial deste ano, e luta contra uma investigação sobre possíveis cargos políticos falsos dados a sua esposa e filhos.