X

Mundo

EUA: Trump diz que FBI tem "carta branca" na investigação sobre Kavanaugh

O presidente revisitou a questão do escopo da investigação do FBI em uma mensagem no Twitter na noite de sábado. "Quero que eles entrevistem quem julguem apropriado, a seu critério."

Estadão Conteúdo

Publicado em 30/09/2018 às 21:26

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. / Fotos Públicas

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse a repórteres no sábado à noite que o FBI tem carta branca para conduzir a investigação sobre o indicado à Suprema Corte Brett Kavanaugh. Trump ordenou que o FBI reabrisse na sexta-feira a investigação de antecedentes de Kavanaugh, depois que várias mulheres o acusaram de má conduta sexual. Ele nega as alegações.

"O FBI, como você sabe, está falando com todo mundo", disse Trump. "Eles têm carta branca. Farão o que tiverem que fazer, seja o que for que façam. Eles estarão fazendo coisas que nunca imaginamos", afirmou. "E esperamos que na conclusão vá ficar tudo bem."

O presidente revisitou a questão do escopo da investigação do FBI em uma mensagem no Twitter na noite de sábado. "Quero que eles entrevistem quem julguem apropriado, a seu critério."

Em uma ação separada envolvendo o FBI, o senador Chuck Grassley, republicano de Iowa, presidente do Comitê Judiciário do Senado, pediu ao Departamento de Justiça e ao FBI para abrir uma investigação criminal sobre "aparentes declarações falsas" que foram feitas aos investigadores da comissão alegando má conduta sexual por Kavanaugh em 1985.

Uma pessoa entrou em contato com o gabinete do senador Sheldon Whitehouse (Partido Democrata, Rhode Island) alegando que Kavanaugh havia atacado sexualmente uma conhecida em um barco em Newport, Rhode Island, em 1985, mas Grassley disse que a pessoa mais tarde se "retratou" e se desculpou pela alegação via mídia social.

Os líderes do Senado concordaram em adiar a votação final sobre a nomeação de Kavanaugh para permitir uma investigação de uma semana do FBI. O Comitê Judiciário disse que a investigação deve ser limitada a "alegações críveis atuais" contra Kavanaugh e concluída na próxima sexta-feira.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Santos

Ato em Santos pedirá recomposição das universidades e institutos federais

Manifestantes estão em vigília pela recomposição orçamentária das universidades e institutos federais

Diário Mais

Guarujá está entre os destinos turísticos mais procurados no Airbnb

Ubatuba e São Sebastião, no Litoral Norte, também estão entre as 10 cidades mais buscadas na plataforma de hospedagem

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter