Em editoriais, jornais britânicos definem posições sobre o 'Brexit'

O "Observer" publicou um editorial também neste domingo em defesa da permanência na UE, dizendo que, "apesar de suas muitas falhas", a UE tem sido "uma força para o bem"

Comentar
Compartilhar
19 JUN 2016Por Folhapress19h00

Com a proximidade da votação do plebiscito do "Brexit", que acontece nesta quinta-feira (23), jornais britânicos usaram seus editoriais deste final de semana para firmar posições sobre a permanência ou saída do Reino Unido da União Europeia.

Confira o posicionamento de cada jornal:

Pela permanência

"Daily Mail"
O jornal "Daily Mail" declarou neste domingo (19) apoio à permanência na UE, afirmando que "não é o momento de arriscar a paz e a prosperidade" do Reino Unido. Em editorial, o jornal também alertou para o aumento de tarifas e o tumulto no mercado financeiro caso o "Brexit" vença a votação.

"Observer"
O "Observer" publicou um editorial também neste domingo em defesa da permanência na UE, dizendo que, "apesar de suas muitas falhas", a UE tem sido "uma força para o bem".

"The Times" 
No sábado (18), o "Times", que pertence ao magnata Rupert Murdoch, publicou editorial a favor da permanência do Reino Unido na UE, dizendo que a possibilidade de mudança inspirou votantes por ser "mais excitante que a continuidade, e porque status quo se tornou sinônimo de frustração".

"The Guardian"
O "The Guardian" havia declarado apoio à permanência na UE em editorial de maio. "O 'The Guardian' não fará concessões, entre agora e 23 de junho, para defender a permanência da Grã-Bretanha na UE tão clara, honesta e insistentemente quanto possível", diz o texto.

Pela saída

"Sunday Times"
Já o "Sunday Times" declarou apoio à saída do bloco econômico, em um texto que defendeu uma associação "mais frouxa e flexível" com a UE.

"Sunday Telegraph"
O "Sunday Telegraph" também aposta no "Brexit" em editorial deste domingo, destacando a estratégia da campanha a favor da saída da UE, que "articulou uma visão ambiciosa do Reino Unido como uma nação independente, livre novamente para tomar suas próprias decisões".

"The Sun"
O tabloide "The Sun", que também pertencente a Murdoch, já havia declarado apoio ao "Brexit" na última segunda-feira (13).