Edifício de 15 andares desaba no Irã e deixa dezenas de feridos

Trinta pessoas ficaram feridas pelo incêndio antes do desabamento do Plasco Building, um dos prédios mais antigos da capital iraniana

Comentar
Compartilhar
19 JAN 2017Por Folhapress13h00
Um edifício de 15 andares no qual dezenas de bombeiros tentavam apagar um incêndio desabou nesta quinta-feira (19)Foto: Vahid Salemi/Associated Press/Estadão Conteúdo

Um edifício de 15 andares no qual dezenas de bombeiros tentavam apagar um incêndio desabou nesta quinta-feira (19) em Teerã, capital do Irã. Ao menos 38 pessoas estão feridas.

O prédio, construído em 1962 e que abrigava um centro comercial e ateliês têxteis, foi evacuado momentos antes do desabamento, mas dezenas de bombeiros estavam em seu interior tentando apagar as chamas.

Trinta pessoas ficaram feridas pelo incêndio antes do desabamento do Plasco Building, um dos prédios mais antigos da capital iraniana.

A polícia evacuou o bairro no qual o edifício se encontra por medo de explosões provocadas por vazamentos de gás.

"Havíamos advertido várias vezes os responsáveis do edifício" de que não era seguro, declarou um porta-voz dos bombeiros, Jalal Maleki, lamentando que não tenham levado em conta as advertências.

Ele cita ainda a quantidade de roupas armazenadas nas escadas, "o que é contrário às normas de segurança".

O incêndio durou quatro horas. Foi declarado no nono andar e se propagou até o décimo-quinto, segundo os bombeiros.

Antes do desabamento, a televisão divulgou imagens nas quais enormes chamas saíam dos últimos andares.

O edifício foi construído pelo empresário judeu Habibollah Elghanian, que, depois da revolução islâmica de 1979, foi condenado à morte e executado por seus supostos vínculos com Israel.