Mundo

Corpo de John McAfee, criador do antivírus 'McAfee', ainda está no necrotério um ano após sua morte

Milionário foi encontrado morto em sua cela sob circunstâncias misteriosas

Da Reportagem

Publicado em 26/06/2022 às 10:52

Atualizado em 26/06/2022 às 11:15

Compartilhe:

@officialmcafee /Reprodução Twitter

O corpo do magnata John McAfee, criador do antivírus 'McAfee', ainda está no necrotério um ano após sua morte. Encontrado morto em sua cela sob circunstâncias misteriosas, McAfee estava preso desde outubro de 2020 acusado de diversas fraudes fiscais nos Estados Unidos. Sua família, no entanto, acha impossível que ele tenha se matado, como sugeriu a necrópsia feita na época de seu óbito.

Desde quando a família se recusou a aceitar a hipótese de que John McAfee se matou no presídio de Brians 2, Espanha, a justiça do país ainda não se decidiu se aceitará ou não o recurso de reabrir as investigações sobre a morte do empresário. E, desde então, seu corpo encontra-se congelado no necrotério da Catalunha (ele já estava com a extradição para os EUA pronta poucos dias antes de ser encontrado sem vida).

Procurado pela Interpol (por isso ele foi preso na Espanha), John McAfee acumulou muitas polêmicas em sua carreira e vida pessoal. Dizia que seu próprio antivírus não prestava, como todos os outros que estavam no mercado (ele fundou a McAfee em 1987 e a vendeu em meados dos anos 2000) e sempre aparecia em vídeos nas redes sociais com mulheres nuas ao seu lado, muita bebida e drogas.

Em 2012 seu vizinho e desafeto foi assassinado de forma misteriosa, e todas as evidências apontavam para a participação de McAfee no crime.

Porém, a polícia nunca chegou nos 100% de certeza.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Rodovias do litoral de SP têm quase de 10 km de lentidão rumo à Capital

O SAI está em Operação Normal 5X5. A subida da serra acontece pela pista norte das rodovias Anchieta e Imigrantes

Cotidiano

Padaria inova com pão de maçã e conquista o público no Litoral de SP

Estabelecimento oferece, há 37 anos, pães diferenciados, bolos, doces e uma gastronomia afetiva aos clientes

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter