Coreias do Sul e do Norte anunciam reunião entre os presidentes para abril

Os países já celebraram duas reuniões de cúpula, em 2000 e em 2007, mas ambas aconteceram em Pyongyang

Comentar
Compartilhar
29 MAR 2018Por Folhapress21h50

Após várias reuniões entre as duas Coreias, autoridades de Seul anunciaram nesta quinta-feira (29) o agendamento da cúpula entre os presidentes dos dois países para o dia 27 de abril. O ditador Kim Jong-un será o primeiro chefe norte-coreano a pisar em solo sul-coreano após a guerra.

Os países já celebraram duas reuniões de cúpula, em 2000 e em 2007, mas ambas aconteceram em Pyongyang.

O encontro deve ocorrer na Casa da Paz sul-coreana Panmunjom, de acordo comunicado conjunto das partes.

O local fica em uma zona desmilitarizada na fronteira entre o Norte e o Sul.

A Coreia do Norte confirmou na última terça-feira (27) a visita secreta de Kim ao presidente chinês, Xi Jinping, no que seria sua primeira viagem ao exterior desde que assumiu o poder, em dezembro de 2011.

Kim visitou a China de domingo a quarta (terça no Brasil) com sua mulher, Ri Sol-Yu, e assessores sêniores, segundo as agências estatais Yonhap, da Coreia do Sul, e Xinhua, da China.

A Casa Branca e o governo sul-coreano afirmaram que foram avisados por Pequim sobre a viagem de Kim. Acredita-se que a visita tenha servido como preparação para encontros futuros com a Coreia do Sul e os EUA.

No relato da agência norte-coreana KCNA, Xi e Kim conversaram sobre as relações bilaterais e sobre a situação na península coreana. Eles concordaram que uma relação amigável entre os dois beneficia ambos os países. Pyongyang qualificou o encontro de "um marco".