Confrontos após protestos na faixa de Gaza deixam ao menos sete mortos

Milhares de palestinos participaram dos protestos apoiados pelo grupo islâmico Hamas, que controla a faixa de Gaza, e que inicialmente seriam pacíficos.

Comentar
Compartilhar
30 MAR 2018Por Folhapress21h08

Confrontos violentos entre a polícia e manifestantes ocorridos durante um protesto na fronteira entre a faixa de Gaza e Israel nesta sexta-feira (30) deixou ao menos sete pessoas mortas e cerca de 500 feridas, disseram autoridades palestinas.

Milhares de palestinos participaram dos protestos apoiados pelo grupo islâmico Hamas, que controla a faixa de Gaza, e que inicialmente seriam pacíficos. 

O Exército israelense disse que os manifestantes queimaram pneus e jogaram pedras nos soldados e na cerca que demarca a fronteira e que foi obrigado a responder com violência. "Qualquer violação da soberania de Israel ou danos à cerca de segurança são de grande severidade", disse um porta-voz dos militares. 

Por isso, Israel disse que autorizou os soldados a lançarem bombas de gás lacrimogêneo e a abrirem fogo contra os palestinos.