Mundo

Condenada por tráfico de pessoas, brasileira foragida é deportada dos EUA

Segundo a Polícia Federal, ela foi condenada a quatro anos e seis meses de reclusão pela prática de tráfico internacional de pessoas para exploração sexual

Agência Brasil

Publicado em 22/03/2017 às 22:00

Comentar:

Compartilhe:

Uma brasileira que estava na lista de procurados pela Interpol (Polícia Internacional) foi deportada após ser localizada na cidade de Rockville, nos Estados Unidos. A mulher, que não teve o nome revelado, desembarcou hoje (22) no Aeroporto Internacional Tancredo Neves em Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Federal (PF), ela foi condenada a quatro anos e seis meses de reclusão pela prática de tráfico internacional de pessoas para exploração sexual.

A brasileira tem atualmente 39 anos e é natural de Central de Minas (MG). Em 2000, ela integrou um grupo que aliciava adolescentes entre 14 e 18 anos, para fins de prostituição no exterior, e promovia a saída das jovens do território brasileiro. Quando foi investigada em inquérito policial, ela também cometeu crime de ameaça grave contra uma testemunha.

A captura da mulher em Rockville foi realizada pela agência Immigration and Customs Enforcement's (ICE). Ela também estava infringindo leis migratórias dos Estados Unidos.

Após o desembarque, a brasileira fez exame de corpo de delito. Em seguida, foi encaminhada ao Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, em Belo Horizonte, onde ficará à disposição da Justiça.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Festas Juninas agitam o Litoral de SP neste fim de semana; veja programação

Na Baixada Santista, Praia Grande e Cubatão já planejam os maiores festejos desta tradicional época do ano

Itanhaém

Alunos conhecem sistema de agrofloresta em Itanhaém; veja como funciona

Projeto Pitanga recebeu 28 alunos e dois professores, do ensino médio profissionalizante da escola Pollastrini

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter