Ataques suicidas deixam ao menos 42 mortos em Homs

Entre as vítimas estão o chefe da segurança militar, Hassan Daabul, e o chefe da segurança do Estado, Ibrahim Darwish

Comentar
Compartilhar
25 FEV 2017Por Folhapress14h00

Dois atentados suicidas contra prédios dos serviços de segurança no centro da cidade síria de Homs deixaram ao menos 42 mortos neste sábado (25).

Entre as vítimas estão o chefe da segurança militar, Hassan Daabul, e o chefe da segurança do Estado, Ibrahim Darwish.

De acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH), os ataques atingiram as sedes da Segurança do Estado e da Inteligência militar, situadas em dois distritos do centro de Homs, terceira maior cidade síria.

Na manhã deste sábado, a organização Libertação do Levante, filial da Al-Qaeda na Síria, reivindicou a autoria dos atentados em comunicado publicado na internet.