‘Visão na Escola’ deve chegar em Mongaguá

Prefeitura estuda possibilidade de implantação do programa, que viabiliza a identificação de crianças com problemas de visão

Comentar
Compartilhar
11 FEV 2019Por Da Reportagem11h09
Trata-se de um projeto que beneficiará os 11 mil alunos das quase 40 unidades de ensino, envolvendo três secretarias do MunicípioFoto: DIVULGAÇÃO/SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DE SP

A Prefeitura de Mongaguá estuda a possibilidade de implantação do Programa Visão na Escola, que viabiliza a identificação de crianças com problemas de visão, garantindo o fornecimento de óculos.

Trata-se de um projeto que beneficiará os 11 mil alunos das quase 40 unidades de ensino, envolvendo as diretorias de Saúde, Educação e Assistência Social (DAS), que foi apresentado, na última quinta-feira (07), pelo ex-vereador e presidente da Associação Sete Montanhas de Assistência, Jacó Neto.

“É uma ação importante, que fez parte de meu Plano de Governo quando me candidatei a prefeito da cidade. Consiste em treinar profissionais da Saúde do município para a realização de testes de acuidade. A ideia é de que os alunos identificados com dificuldade visual sejam encaminhados para um oftalmologista.

Paralelamente, óticas mongaguaenses são envolvidas, disponibilizando armações e lentes básicas, que podem ser custeados pela DAS”, explica Neto.

O prefeito de Mongaguá Márcio Melo Gomes destaca a importância da ação. “É uma forma de garantirmos que nossas crianças e adolescentes que possuam algum problema de visão tenham mais qualidade no processo de ensino. É um trabalho em conjunto que envolve o Poder Público e a comunidade. Agradecemos o Jacó Neto que tem contribuído para o desenvolvimento da cidade.”

O Programa Visão do Futuro é uma iniciativa das secretarias da Educação do Estado e município, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde. Após a consulta, as crianças que necessitarem receberão pares de óculos.

Colunas

Contraponto