X
Mongaguá

Por ciúmes, marido ateia fogo e desfigura rosto da esposa em Mongaguá

A jovem continua internada na UTI da Santa Casa de Santos e segundo o último boletim médico ela está com 38% do corpo queimado e respira com a ajuda de aparelhos.

Um jovem de 28 anos foi preso em flagrante suspeito de atear fogo no corpo da própria companheira em Mongaguá, no bairro Balneário Anchieta. A jovem, de 31 anos, está internada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Santos.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o marido da vítima começou a apresentar comportamento agressivo por causa de ciúmes. Após uma discussão do casal, ele teria jogado álcool na companheira e ateado fogo nela com um isqueiro, desconfigurando seu rosto.

A polícia foi acionada e, no caminho, encontrou o casal numa bicicleta e a jovem bastante ferida na garupa. Mesmo muito machucada a vítima contou aos policiais o que tinha ocorrido, e o seu companheiro recebeu voz de prisão na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade.

À polícia o homem informou que não cometeu o crime. Segundo a sua versão ele estava manuseando cobras dentro de um pote e, ao pedir ajuda à sua companheira, o líquido que estava dentro de um dos frascos caiu sobre o rosto dela. Sem se importar, ela teria acendido um cigarro e acabou se incendiando. 

A versão contada por ele não convenceu os investigadores, e o homem está detido pelo crime de tentativa de homicídio qualificado, com os agravantes de feminicídio e emprego de fogo.

A jovem continua internada na UTI da Santa Casa de Santos e segundo o último boletim médico ela está com 38% do corpo queimado e respira com a ajuda de aparelhos.

 

 

 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Condesb aprova selo de circulação de veículos de turismo na Região

Medida é exclusiva para agências de viagens e deve estimular a economia na Baixada Santista

SEGURANÇA

Projeto para instalação de câmeras OCR nas divisas com Itanhaém é protocolado no DER

As câmeras com tecnologia OCR (Reconhecimento Óptico de Caracteres) permitem a leitura de placas, ajudando a detectar veículos envolvidos em roubos, furtos e sequestros, inibindo a criminalidade e potencializando a fiscalização

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software