Pinguim é resgatado em praia da Baixada Santista na manhã desta quinta-feira

O animal foi entregue ao Instituto Biopesca, que avaliará as condições físicas do animal, para realizar o processo de devolução para a natureza

Comentar
Compartilhar
08 JUL 2021Por Da Reportagem11h05
Pinguim foi resgatado em MongaguáPinguim foi resgatado em MongaguáFoto: Divulgação / Prefeitura Municipal de Mongaguá

Um pinguim da espécie Magalhães foi encontrado por moradores e funcionários da Diretoria de Turismo, na praia de Agenor de Campos, em Mongaguá, nesta quinta-feira (8). O animal foi entregue ao Instituto Biopesca, que avaliará as condições físicas do animal, para realizar o processo de devolução para a natureza.

COMO PROCEDER?
Em algumas praias da região, pinguins podem ser avistados durante o inverno. Esses animais geralmente são jovens que se desgarraram do seu bando, em busca de comida. As correntes marítimas fazem com que eles, na maioria das vezes, chegam às praias  debilitados, cansados e com muita fome. 

Uma das espécies que aparecem nas praias brasileiras, é o Pinguim de Magalhães, que vive em regiões onde a temperatura varia entre 7°C e 30°C. Por isso, seguindo recomendações de especialistas, não é recomendado colocar o animal em recipientes com gelo, já que isso pode reduzir a temperatura do corpo. 

O correto a fazer é manter curiosos afastados do animal, improvisar uma sombra, fazer silêncio, evitar flashes de câmera e não o alimentar. Todas essas ações são para garantir que o animal não fique mais estressado e em segurança até a chegada de um biólogo. Em Mongaguá, caso algum animal seja avistado, é necessário que o Instituto Biopesca seja imediatamente avisado.

Os telefones de contato são 0800 642 3341 ou (13) 99601-2570.