Vereador de Caraguatatuba é preso em operação contra tráfico de drogas

Foram cumpridos 53 mandados de busca e 48 de prisão em cinco cidades

Comentar
Compartilhar
11 AGO 2020Por Mara Cirino17h10
Policiais Federais durante cumprimento de mandadosFoto: João Mota/TV Vanguarda

O vereador Flávio Nishiyama (PTB), de Caraguatatuba, no Litoral Norte paulista, foi preso na manhã desta terça-feira (12) em ação de combate ao tráfico de drogas. Batizada de Operação Código de Ética, ela contou com a participação de 263 integrantes do Ministério Público, Polícia Federal, Polícia Civil e a Polícia Militar nas cidades de Caraguatatuba, São Sebastião, Ubatuba, Taubaté e Campinas. Foram cumpridos 53 mandados de busca e 48 de prisão, todos relacionados ao tráfico de drogas e associação criminosa.

No período da manhã haviam sido efetivadas 36 detenções, sendo duas por tráfico de drogas, uma por posse ilegal de arma de fogo e 23 por mandado de prisão. Também foram apreendidos cinco armas de fogo, um carregador e munições de 9m, 20 mil pesos colombiano e a quantia de R$ 16.796.

De acordo com a Força Tarefa, a operação teve foi realizada após uma longa investigação com base nos indicadores criminais após investigação do Ministério Público, que analisou as prisões relacionadas ao tráfico no Litoral Norte e chegou até os membros da organização.

O vereador Flavio Nishiyama é advogado e o motivo da sua prisão, seria, entre algumas, por associação criminosa. Ele foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Caraguatatuba e amanhã deve ser transferido para um presídio em Taubaté,n o Vale do Paraíba.

Durante coletiva, os integrantes da força-tarefa informaram que um dos presos era advogado e ia à delegacia quando um suspeito era detido com drogas, por exemplo, com o objetivo de ver se ele ia deletar seus comparsas. “Inclusive ele pegava o termo da oitiva e mostrava para os chefões que o nome não havia sido citado”, disse o delegado da Polícia Federal.

Durante a operação os policiais que cumpriam mandado na Costa Sul de São Sebastião chegaram a ser recebidos a tiros por uma dos criminosos, mas não ficaram feridos.

A força-tarefa destacou o sucesso dessa operação considerada a maior na região que culminou com a prisão de chefão a organização criminosa que era responsável pela distribuição de drogas no Litoral Norte, principalmente por se tratar de uma região onde festiva.

A defesa do vereador não foi localizada para falar sobre a sua prisão.