Litoral Norte já soma 16 mortes por Covid-19

Somente em São Sebastião, três vítimas são turistas

Comentar
Compartilhar
01 JUN 2020Por Mara Cirino18h30
Um dos pacientes estava internado há 27 dias no Hospital de Clínicas de São Sebastião e foi a óbito na tarde de hoje (1º)Foto: DIVULGAÇÃO

A Prefeitura de São Sebastião confirmou, nesta segunda-feira (1º), mais um caso de morte pelo novo coronavírus (Covid-19). Com isso, sobre para 16 o total de vítimas da doença no Litoral Norte paulista desde o início da pandemia. Outros três óbitos aguaram resultados dos exames. Até o momento são 625 casos confirmados.

Chama a atenção que das seis mortes registradas em São Sebastião, três foram de turistas/veranistas que passavam os dias na cidade. De acordo com o prefeito da cidade, Felipe Augusto, este paciente estava internado há 27 dias no Hospital de Clínicas de São Sebastião e foi a óbito na tarde desta segunda-feira.

Ainda conforme ele, houve o registro de outra morte, desta vez no bairro de Juquehy, na Costa Sul da cidade, mas ainda não há confirmação se foi por Covid-19. A cidade tem 352 casos confirmados.

Outra morte em investigação é de uma garota de 10 anos, de Caraguatatuba, mas que foi transferida para São José dos Campos. O município registrou, até o momento, 166 casos do novo coronavírus, dois quais seis foram de óbito.

Em Ubatuba, o município confirmou no sábado (30/5) a morte da segunda vítima da doença, subindo para dois casos dos 59 registrados. O paciente tinha 51 anos, era morador do bairro Estufa 2, e não tinha comorbidades. Ele apresentou sintomas como febre, tosse, falta de ar, dores musculares e abdominais no dia 20 de maio e foi internado no dia 27.

Já um paciente com suspeita para Covid-19 morreu nesta segunda-feira. O homem, de 82 anos, morador do Taquaral, estava internado na Santa Casa de Ubatuba desde o dia 29 de maio. O paciente apresentava comorbidades como hipertensão e diabetes.

Ilhabela também tem dois casos confirmados do novo coronavírus entre os 48 registrados desde o início da pandemia.