Litoral Norte avança para fase amarela do Plano São Paulo com 107 mortes

Em São Sebastião, Prefeitura libera ocupação 100% nos meios de hospedagem

Comentar
Compartilhar
07 AGO 2020Por Mara Cirino17h20
São Sebastião libera meios de hospedagens em nova flexibilizaçãoFoto: Divulgação/PMSS

A partir da próxima segunda-feira (10) a Região Metropolitana do Vale do Paraíba, na qual está inserida o Litoral Norte paulista, avança para a fase amarela do Plano São Paulo de combate à Covid-19. O anúncio foi feito hoje (7) pelo governador João Dória. Um dia antes, a Prefeitura de São Sebastião já havia liberado a ocupação em 100% nos meios de hospedagem. Desde o início da pandemia forma confirmados 107 mortes no município (20), Caraguatatuba (56), Ubatuba (23) e Ilhabela (18).

Embora o avanço de fase tenha sido anunciado, a quarentena foi prorrogada até o dia 23 de agosto. “Estamos passo a passo, com muito cuidado, com muita segurança, sem precipitação, sem politização, vencendo gradualmente o coronavírus no estado de São Paulo", disse Doria. Essa fase permite reabrir bares, restaurantes e salões de beleza com 40% da capacidade, além de academias com 30% de vagas e expediente limitado a seis horas por dia.

No Litoral Norte, embora ainda na fase laranja até segunda-feira, a maioria dos municípios já estava adotando esses critérios. Novas mudanças devem ser apresentadas na semana que vem, como Caraguatatuba que pretende liberar o funcionamento do comércio em mais duas horas.

Até esta sexta-feira, a região havia computado 3.906 casos de Covid-19 dos quais 2.637 já estão recuperados. Outros encontram-se internados nos hospitais da região, sendo 48 nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), 79 nas enfermarias e 848 em isolamento domiciliar.

Hospedagem

Nesta semana, o prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto, anunciou a liberação total da capacidade de hotéis, pousadas e similares, desde que sejam mantidos os protocolos setoriais já estabelecidos, como mesas afastadas uma das outras numa distância mínima de dois metros, além de cadeiras e espreguiçadeiras em distanciamento de pelo menos um metro e meio uma das outras, inclusive nas áreas sociais.

 

Entre outras regras, o serviço de café da manhã deve respeitar o mesmo distanciamento das mesas para a pessoa ou grupo familiar. Estações de buffets só podem ser usadas quando totalmente fechadas, havendo funcionários para servir individualmente os hóspedes. Para restaurantes e bares com espaços reduzidos, deve-se considerar a reserva antecipada de horários e serviço de quarto.

Recuperação

Dos 818 pacientes recuperados em Caraguatatuba, um deles é Antônio Júnior do Prado, 49 anos, morador do Perequê-Mirim. Toninho, como é conhecido, trabalha em uma empresa de reciclagem e disse que o primeiro sintoma foi a perda de paladar.

“Procurei a Unidade de Pronto Atendimento do meu bairro e fui encaminhado para a UPA Centro. Como não tenho nenhum problema de saúde e não tinha outros sintomas, o médico me passou medicamentos para tratar em casa. Mas depois de 15 dias piorei. Passei a sentir falta de ar e muita fraqueza, aí fui internado no Hospital Regional do Litoral Norte”.

Foram 19 dias hospitalizado, cinco dos quais ficou intubado. Ele teve alta no dia do seu aniversário, 18 de julho.

“Só tenho a agradecer a toda equipe do Hospital Regional – médicos, enfermeiros, auxiliares, pessoal da limpeza. Todos muito gentis e sempre com um sorriso no rosto. Parabenizo o prefeito Aguilar Junior por ter conseguido a abertura do hospital para tratar a Covid-19. Com certeza, fez toda a diferença no tratamento de muitas pessoas como eu”, declarou.