X
Itanhaém

Prefeitura de Itanhaém multa Sabesp em mais de R$ 1,2 milhão

A ação ocorreu devido aos danos ambientais ocasionados por vazamentos de esgoto nas praias da cidade

O transbordamento de esgoto ocorreu nos trechos das praias do Cibratel, São Fernando e Gaivota / Divulgação

A Prefeitura de Itanhaém, por meio da Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente, aplicou multa contra a Sabesp no valor de R$ 1.275.000,00 (um milhão duzentos e setenta e cinco mil reais) por danos ambientais ocasionados por vazamentos de esgoto nas praias de Itanhaém.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

O transbordamento de esgoto ocorreu nos trechos das praias do Cibratel, São Fernando e Gaivota, entre o período de novembro de 2020 e julho de 2021, constatados através de relatórios de vistoria da equipe de fiscalização do meio ambiente e laudos técnicos da equipe técnica ambiental, da Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente.

Além da aplicação da multa, a Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente oficiou a Cetesb e a Arsesp para providências cabíveis de suas competências. A aplicação da multa foi fundamentada na Lei Municipal 3576/2009, na Instrução técnica 30/2019 da Cetesb e no Decreto Federal 6514/2008.

“Atuaremos com rigor para combater fontes de poluição ambiental, não podemos admitir vazamento de esgoto nas praias de Itanhaém! Nosso foco está direcionado à proteção ambiental e qualidade de vida da população. Para isso, devemos atuar com firmeza pela preservação e cuidados com as nossas praias”, salientou o secretário de Planejamento e Meio Ambiente, César Augusto de Souza Ferreira.

 


Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Futebol

Recuperado da covid-19, Carille comanda treino, mas não irá a campo neste sábado

Carille só poderá comandar o Santos no clássico contra o Corinthians, na próxima quarta-feira, às 21h35, na Neo Química Arena, em São Paulo, pela terceira rodada do Estadual

Política

Lula celebra fim do caso tríplex e ataca Moro

A juíza Pollyanna Alves, da 12ª Vara Federal Criminal de Brasília, arquivou o processo contra o ex-presidente em decisão tomada nesta quinta-feira (27). Na ação, o ex-presidente era acusado de lavagem de dinheiro e corrupção

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software