Prefeitura anuncia ação “Dignidade para todos” voltada à população em situação de rua

A iniciativa busca a identificação e origem da pessoa em situação de rua, com possibilidade de retorno ao município de origem, atendimento pelo Centro Pop, e encaminhamento para tratamento de dependentes químicos

Comentar
Compartilhar
14 OUT 2021Por Da Reportagem18h32
Iniciativa contará com a participação das Secretarias de Saúde, Trânsito e Segurança, Serviços e Urbanização e Desenvolvimento EconômicoIniciativa contará com a participação das Secretarias de Saúde, Trânsito e Segurança, Serviços e Urbanização e Desenvolvimento EconômicoFoto: Divulgação/ PMI

Em reunião intersetorial realizada nesta quarta-feira (14), a Prefeitura Municipal de Itanhaém anunciou o início da ação “Dignidade para todos”, destinada às pessoas em situação de rua na cidade.  Coordenada pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, a iniciativa contará com a participação das Secretarias de Saúde, Trânsito e Segurança, Serviços e Urbanização e Desenvolvimento Econômico.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

A ação que inicia na próxima segunda-feira (18), seguirá diariamente, contemplando três frentes de abordagem: identificação e origem da pessoa em situação de rua e a possibilidade de retorná-la ao município de origem, atendimento pelo Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) e encaminhamento para tratamento de dependentes químicos.

As abordagens sociais irão percorrer os bairros do Centro, Belas Artes, Suarão e Gaivota, onde possuem maior incidência e concentração deste público. Os primeiros atendimentos serão realizados ainda na rua, por meio de uma equipe multidisciplinar, formado por enfermeiro, psicólogo e assistente social.

“Esta é uma demanda social que precisa da união de todos nós. Todo o trabalho tem o foco na dignidade, por isso identificamos as pessoas, fazemos uma entrevista prévia, checamos as condições de saúde e tentamos encaminhá-los de volta para sua cidade de origem e suas famílias”, afirmou o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Hugo Di Lallo.

Segundo levantamentos da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, atualmente em Itanhaém, existem aproximadamente 220 moradores de rua, sendo cerca de 70 do município e 150 migratórios de outras cidades.