Polícia multa dono de bar em R$ 1 mil por ele manter papagaio sem registro em Itanhaém

Durante patrulhamento em Itanhaém, a Polícia Militar Ambiental flagrou um papagaio em um bar e o responsável foi autuado

Comentar
Compartilhar
03 MAR 2021Por Da Reportagem12h15
Papagaio está com dono de bar há mais de 30 anos em ItanhaémPapagaio está com dono de bar há mais de 30 anos em ItanhaémFoto: Divulgação / Polícia Ambiental

Agentes da Polícia Militar Ambiental aplicaram uma multa no valor de R$ 1 mil após terem flagrado um papagaio dentro de um bar no bairro Umuarama, em Itanhaém. De acordo com as autoridades, o dono do estabelecimento foi questionado pelos agentes se possuía autorização para manter a ave no ambiente, mas ele afirmou que não e que era muito apegado ao animal, o qual, segundo ele, o acompanhava há pelo menos 36 anos.

Os policiais chegaram ao animal enquanto efetuavam um patrulhamento de rotina por Itanhaém e avistaram o papagaio em uma gaiola dentro do bar. Ao entrar no estabelecimento, eles foram recebidos pelo proprietário tanto do local quanto da ave e perguntaram sobre documentação pertinente para criar o papagaio. O senhor afirmou não ter qualquer tipo de autorização e afirma que tem a ave há mais de 30 anos.

Diante disso, os policiais aplicaram uma multa no valor de R$ 1 mil contra o homem por ter em cativeiro ave nativa sem a devida autorização. Os agentes também efetuaram um contato com os centros acolhedores de animais silvestre credenciados da Região, porém não encontraram vagas. Devido a isso, o papagaio permaneceu no local sob os cuidados do dono do bar. Em seguida, sendo orientado sobre suas obrigações como fiel depositário e cientificado quanto ao dia, local e horário do atendimento ambiental.