Polícia Civil liberta homem mantido em cárcere privado em Itanhaém

Policiais prenderam na noite de ontem (24) 4 adultos e uma adolescente que mantinham sequestrado um homem de 32 anos sob a alegação que este havia estuprado uma mulher com problemas mentais na cidade de Peruíbe.

Comentar
Compartilhar
25 MAI 2019Por Da Reportagem14h02

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais de Itanhaém (DIG) prenderam na noite de ontem (24) 4 adultos e uma adolescente que mantinham sequestrado, desde terça feira (21), um homem de 32 anos sob a alegação que este havia estuprado uma mulher com problemas mentais na cidade de Peruíbe. Os investigadores diligenciavam a fim de localizar a vítima.

Assim que o apartamento utilizado como cárcere foi localizado, no bairro Guapurá em Itanhaém, os policiais ingressaram no imóvel e libertaram a vítima, prendendo Peterson Veiga Dionízio Pereira (24 anos) e Ronaldo Henrique Martins (23 anos) responsáveis por vigiar o cativeiro. Em continuidade aos atos de polícia judiciária, os agentes deslocaram-se até o sítio onde a vítima foi levada e espancada em Peruíbe. 

Nesse local os policiais prenderam Wilson Bezerra de Oliveira (22 anos), Rosineia Alves (42 anos) e uma adolescente de 16 anos. A vítima informou aos policiais que os presos, além de agredir, iriam matá-la queimada, sendo ameaçada com um galão de gasolina que foi apreendido no sítio de Wilson. 

As investigações prosseguem para esclarecer o suposto estupro de vulnerável, assim como, se existem outras pessoas envolvidas nos crimes imputados aos presos de: tentativa de homicídio, sequestro e cárcere privado e participação em organização criminosa. 

Colunas

Contraponto