X
Itanhaém

Outubro Verde: Prefeitura promove ações de testagem gratuita para sífilis

A ação tem como objetivo promover a visibilidade e conscientização sobre a sífilis congênita

Outubro Verde, campanha tem como base combater a sífilis / Divulgação / PMI

Em alusão à campanha Outubro Verde – Combate à sífilis congênita, a equipe do Programa de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids), CINI e a Unidade de Saúde do Gaivota estará realizando, no próximo sábado (23), das 9 às 15 horas, uma ação de testagem rápida da Sífilis e do HIV. O evento acontece na Associação Crescer e Viver com Itanhaém, localizada na Rua João Pereira dos Santos, 158, Gaivota.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

A ação tem como objetivo promover a visibilidade e conscientização sobre a sífilis congênita, visando chamar a atenção da população para a importância do diagnóstico precoce e do tratamento da doença na gestante. A Sífilis é uma bactéria, transmitida através de ato sexual sem o uso do preservativo; contato com sangue ou produtos sanguíneos (agulhas contaminadas ou transfusão de sangue não testado); da mãe para o filho em qualquer fase da gestação ou no momento do parto e durante a amamentação, caso haja lesão mamária causada pela infecção.

Até junho de 2021, Itanhaém notificou 65 casos de sífilis adquirida, 28 casos de sífilis em gestante e 03 casos de sífilis congênita. Para que não haja aumento dos casos, é necessário testar e tratar a população. No mês de setembro foi realizada uma atualização sobre a Sífilis para os profissionais médicos e enfermeiros da Atenção Básica, com participação de aproximadamente 50 profissionais. Essa atualização teve foco no manejo clínico da sífilis e nas ações de prevenção disponível.

É importante lembrar, que caso você nunca tenha feito o teste, ou apresenta algum sinal de IST, participe da ação ou procure sua unidade de saúde de referência ou o Centro de Infectologia de Itanhaém, localizado na Estrada Gentil Peres, 260, Sabaúna.

OUTUBRO VERDE – COMBATE À SÍFILIS CONGÊNITA

A campanha Outubro Verde “Combate à sífilis congênita” foi lançado em 2016 pela Sociedade de Pediatria de São Paulo, com o objetivo de discutir a situação da doença no Estado de São Paulo (e no Brasil) que, devido ao aumento progressivo das taxas de transmissão vertical, representa um enorme desafio aos pediatras.

O terceiro sábado do mês de outubro passou a ser reconhecido, oficialmente, como o Dia Nacional de Combate à Sífilis e à Sífilis Congênita por meio da Lei nº 13.430, de 31 de março de 2017. A intenção dessa data é estimular a participação da sociedade, dos profissionais e dos gestores da área da saúde em iniciativas que contribuam para a sensibilização sobre a importância do diagnóstico precoce e do tratamento a essa infecção sexualmente transmissível.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mundo

Homem procura hospital com projétil de canhão no ânus e médicos acionam equipe antibomba

O objeto tem 17 cm de comprimento e 6 cm de largura

Santos

Santos realiza caminhada de conscientização sobre HIV/Aids neste sábado

Os pedestres, que devem trajar uma peça de roupa ou acessório na cor vermelha, seguirão até a Praça das Bandeiras

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software