Ônibus voltam a circular em Itanhaém

Uma liminar expedida em 17 de novembro havia determinado que 70% dos ônibus circulassem em horário de pico

Comentar
Compartilhar
26 NOV 2020Por Da Reportagem07h30
O grupo empresarial tem 45 veículos em 25 linhasFoto: Reprodução/Redes Sociais

Em audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), realizada na última terça-feira (24), as empresas Litoral Sul e J.A. Transportes, de Itanhaém, prometeram pagar os atrasados aos empregados até sexta-feira (27).

Os motoristas e demais profissionais entraram em greve em 16 de novembro, contra o não pagamento de salários, cesta-básica, vale-refeição, plano de saúde e fundo de garantia (fgts).

Em assembleia do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Santos e Região, a categoria resolveu voltar integralmente ao trabalho na manhã desta quarta-feira (25).

FGTS E PLANO DE SAÚDE.

Antes da assembleia, os diretores da empresa prometeram pagar os salários e benefícios atrasados até às 16 horas desta quarta-feira, o que levou os trabalhadores a suspenderem a greve.

Na audiência, o representante das empresas garantiu negociar os débitos do fundo de garantia até 15 de janeiro. E, na próxima terça-feira (1º), negociar o parcelamento das pendências do plano de saúde.

O grupo empresarial tem 45 veículos em 25 linhas, com 150 funcionários, sendo 110 motoristas, 32 na manutenção e oito no escritório. É a quinta greve desde 2019, sempre pelos mesmos motivos.

LIMINAR.

Uma liminar expedida em 17 de novembro havia determinado que 70% dos ônibus das empresas Litoral Sul e J.A. Transportes circulassem nos horários de pico.