X
Itanhaém

Itanhaém: presidente da Associação Comercial anuncia novas metas

Allan Petterson, que foi eleito no início deste mês, fala sobre os seus novos planos e metas para incentivar o desenvolvimento do comércio local

Santos destaca ainda que haverá agenda de diversos cursos profissionalizantes como os de aperfeiçoamento ao microempresário / Nair Bueno / DL

A Associação Comercial de Itanhaém (Acai) está sob nova direção. O novo presidente é o advogado Allan Petterson Lopes Santos, de 37 anos, que assumiu no dia 2 deste mês. Empresário do ramo imobiliário, ele fala sobre os novos planos e metas para incentivar o desenvolvimento do comércio local. Além de dar continuidade ao trabalho que vinha sendo feito pela gestão anterior.

"Uma das nova metas é a conexão entre os comerciantes e os artesãos da Cidade. O objetivo é desenvolver e incentivar as vendas do artesanato para promover a cidade e atrair os turistas. O artesão local, às vezes, tem muitos trabalhos diferenciados e não têm espaço para divulgar".

Segundo o empresário, apesar de haver os espaços públicos como a Casa do Artesão e as feiras de artesanato, se os comerciantes cederem um espaço para a exposição do artesanato abrirá mais um local aos artesãos.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Outra ação é abrir um núcleo de inteligência para a reestruturação de empresas. Serão realizados os acompanhamentos caso a caso de empresas interessadas em ter uma consultoria de ponta.

"A ideia é oferecer às empresas que estão com dificuldades um pacote de consultoria de ponta. À vezes, o empresário tem um negócio com potencial de vendas, mas ele não tem tempo e nem recursos para procurar uma consultoria que faça uma análise administrativa ou revisão de uma arte ou até desenvolver o comércio digital", explica.

O Sebrae também tem oferecido vários cursos profissionalizantes, por meio da Associação Comercial. Este mês haverá um curso intensivo sobre o SuperMEI - Primeiros Passos, que acontece nesta semana, de 24 a 28, na sede da entidade.

Santos destaca ainda que haverá uma agenda de diversos cursos profissionalizantes, como os de aperfeiçoamento ao microempresário, ao empresário e às equipes de trabalho.

Mais uma nova iniciativa da Acai é procurar um banco parceiro para dar oportunidades de créditos mais flexíveis aos empresários da Cidade.

"Achamos que a retomada econômica está acontecendo, mesmo com as dificuldades financeiras, pois teve a alta da taxa básica de juros Selic, o que impacta no crédito oferecido ao empresário, com taxas de juros altas", frisa.

"A Cidade tem uma vocação turística e há uma demanda reprimida em busca de lazer e praias, isso colabora para a retomada, mesmo assim ainda não é fácil". Ele acredita que este ano deve acontecer a recuperação gradativa das vendas.

Revisão das leis

O presidente da Acai afirma que a revisão da legislação de zoneamento urbano de Itanhaém pode ser uma "virada de chave" para a Cidade. Ele elogia a iniciativa da prefeitura em contratar a empresa Geo Brasilis para a atualização das leis.

"Na época de revisão da lei de Uso e Ocupação do Solo a entidade já havia se posicionado sobre a necessidade de contratação de uma empresa especializada para fazer um estudo sobre o zoneamento da Cidade".

Diz ainda "esse trabalho é essencial para o desenvolvimento da Cidade, temos leis bastante antigas como a de Uso e Ocupação do Solo, de 1977. Uma lei de quase meio século para dar diretrizes ao desenvolvimento de Itanhaém, uma cidade teve transformações gigantescas até os dias atuais", observa.

Ele acredita que o desenvolvimento econômico e a preservação ambiental e histórica têm que caminhar juntos. "Nossa história é muito rica, com pontos turísticos, históricos e belezas naturais. Para termos sucesso no desenvolvimento econômico, precisamos que haja uma utilização inteligente do que é bom para a Cidade".

A Acai possui hoje cerca de 265 associados, mas conta com a participação de um público de mais de 500 pessoas durante as atividades.

A entidade pretende realizar uma campanha para ampliar o quadro, por meio de novas ações, além de conscientizar os empresários a fazer parte.

"Nossa expectativa é positiva para este ano. E independente de ser associado ou não, a entidade procura auxiliar todos os comerciantes de Itanhaém", conclui.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Caçada a Cupertino teve campana em velório e fuga em caminhão de melancia

Polícia Civil usou um leque variado de estratégias de investigação na caçada do empresário acusado de matar o ator de Chiquititas Rafael Miguel e os pais

Esportes

Palmeiras bate Juventude fora e encosta no topo do Brasileirão

Com um futebol eficiente, o time paulista fez dois gols no primeiro tempo, o terceiro nos acréscimos da etapa final

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software