X
Itanhaém

Itanhaém, a segunda cidade mais antiga do Brasil, completa 490 anos

Fundada em 22 de abril de 1532, por Martim Afonso de Souza, a cidade possui cerca de 600 quilômetros quadrados de área territorial, localizada no litoral sul do Estado de São Paulo

Na alta temporada, entre dezembro e fevereiro, Itanhaém chega a receber mais de 400 mil turistas e veranistas / Nair Bueno/DL

Itanhaém, que em tupi-guarani significa “pedra que canta”, completa nesta sexta-feira (22) 490 anos de fundação. A segunda cidade mais antiga do Brasil, localizada no litoral sul de São Paulo, encanta turistas e moradores por suas riquezas históricas, culturais e, em especial, pelas belezas naturais.

Fundada em 22 de abril de 1532, por Martim Afonso de Souza, a cidade possui cerca de 600 quilômetros quadrados de área territorial, localizada no litoral sul do Estado de São Paulo. Dessa área, quase 300 quilômetros quadrados são de área de Mata Atlântica ainda preservada.

São 26 quilômetros de belas praias, pequenas enseadas e costões rochosos.

Com a segunda maior bacia hidrográfica do Estado de São Paulo, Itanhaém tem mais de 2 mil quilômetros de rios, dos quais 180 quilômetros são navegáveis por pequenas e médias embarcações. 

O Rio Itanhaém, conhecido como “Amazônia Paulista”, é formado pelo encontro das águas escuras do Rio Preto com as águas cristalinas do Rio Branco. Um passeio turístico de barco pelo rio encanta os visitantes, que observam grande variedade de peixes, além da diversidade na fauna e flora.

Com cerca de 120 mil habitantes, a Cidade faz limite com os municípios de Mongaguá e Peruíbe e, ainda, com São Paulo, São Vicente, Juquitiba e Pedro de Toledo. Na alta temporada, entre dezembro e fevereiro, chega a receber mais de 400 mil turistas e veranistas.  

Roteiro histórico 

O Centro Histórico de Itanhaém oferece diversas opções de passeio com roteiros histórico, cultural e religioso. 

Um dos mais importantes que faz parte do conjunto arquitetônico é o Convento Nossa Senhora da Conceição, localizado no alto do Morro Itaguaçu. A Mitra Diocesana de Santos é a responsável pela manutenção e conservação do prédio histórico. O local, atualmente, está interditado ao público para realizar obras de restauração.

O monumento, tombado como patrimônio histórico pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), se confunde com a história de fundação da antiga Vila Conceição de Itanhaém.

A Igreja Matriz de Sant´Anna, na Praça Narciso de Andrade, é outro monumento valioso. A data de início de sua construção corresponde ao período em que Itanhaém tornou-se cabeça de Capitania, entre 1642 e 1679.

Mais um ponto histórico é a antiga Casa de Câmara e Cadeia. Atualmente, é a sede do Museu Conceição de Itanhaém, na Praça Narciso de Andrade. O prédio também tem origens da época de colonização da antiga Vila.

Praias são os principais atrativos na temporada

Além de oferecer 26 quilômetros de belas praias, Itanhaém possui inúmeras opções de atividades esportivas, de pesca e trilhas ecológicas. As mais procuradas por turistas são as praias do Sonho, Cibratel e a dos Pescadores.    

A Praia dos Pescadores, mais conhecida como Prainha, situada entre a Praia dos Sonhos e o Morro Sapucaitava, é onde está a estátua em homenagem à novela “Mulheres de Areia”, gravada na década de 70, pela extinta TV Tupi.

A estátua foi esculpida pelo artista Serafim Gonzalez, na primeira versão da novela. Com cerca de 600 metros de extensão, a Prainha é bastante procurada por surfistas, turistas e pescadores. 

A Praia dos Sonhos também é uma das preferidas por turistas. Com 800 metros de extensão, esta praia possui faixa de areia, rochas e área verde. Lá estão localizados os principais pontos turísticos da cidade – a Passarela de Anchieta e o Morro Paranambuco. 

Já a do Cibratel é a mais extensa e se prolonga até a cidade de Peruíbe. Um dos atrativos é o Pocinho de Anchieta, ideal para famílias e crianças. Segundo a história, o pocinho foi construído pelos indígenas, instruídos pelo próprio Padre Anchieta para o aprisionamento dos peixes durante o inverno, quando a pesca era mais abundante.

Da Boca da Barra, no Centro, pode se avistar o encontro do mar com o Rio Itanhaém. Trata-se de um dos locais preferidos por turistas e moradores para pescar, tomar um banho de rio, andar de caiaque, de jet ski, stand up, ou apreciar a bela paisagem.  

 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

ELEIÇÕES 2022

Garcia promete 'cashback' para devolver impostos a famílias pobres

Candidato à reeleição anuncia que pessoas na pobreza e extrema pobreza não vão pagar impostos estaduais nos próximos 4 anos em SP

ELEIÇÕES 2022

Haddad lidera em SP com 29%, Tarcísio tem 12% e Rodrigo, 9%, aponta pesquisa

A pesquisa, contratada pela TV Globo, foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número SP-04035/202

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software