Falta de iluminação em estrada da Baixada Santista preocupa moradores

Trecho entre os bairros Savoy e Jardim Oásis é a principal via de acesso ao aeroporto da cidade

Comentar
Compartilhar
19 JUL 2021Por Nayara Martins08h30
À noite, a situação piora porque os veículos não sabem qual é a faixa que estão trafegando, já que não existe iluminaçãoÀ noite, a situação piora porque os veículos não sabem qual é a faixa que estão trafegando, já que não existe iluminaçãoFoto: NAIR BUENO/DIÁRIO DO LITORAL

Falta de iluminação e de sinalização num trecho da estrada Coronel Joaquim Branco, entre os bairros do Savoy e do Jardim Oásis, têm tirado o sossego dos moradores em Itanhaém. Esse trecho, com cerca de três quilômetros, é a principal via de acesso ao aeroporto de Itanhaém, além de ser um ponto de tráfego intenso de caminhões, veículos, motos e bicicletas.

A reportagem esteve no local, na última quarta-feira (14), para verificar a situação e ouvir os moradores.

O integrante do Movimento Transparência Itanhaém, Luís Roberto Silvestre, fez um vídeo para mostrar a situação da estrada Coronel Joaquim Branco. Segundo ele, a via não conta com iluminação pública, nem sinalização viária ou ciclovia o que gera constantes riscos de acidentes.

Silvestre afirma que, à noite, a situação fica ainda pior, pois os veículos não sabem qual é a faixa que estão trafegando, já que não existe iluminação e nem sinalização. "Até quando vai ficar assim, será que ninguém fiscaliza?".

Lembra ainda que, no início do mês, aconteceu um grave acidente entre dois veículos, por voltas das 19 horas, no início da estrada.

O vigilante Bruno Leandro Ramos da Silva, que mora nas proximidades, também confirma que a estrada nunca contou com iluminação pública.

"Apesar de já existirem os postes, ainda não há iluminação. É bastante preocupante, pois ninguém tem segurança de passar à noite neste trecho. Após às 18 horas, as pessoas não podem mais transitar, além do mato alto que também facilita o risco de serem assaltadas", alerta. Cita ainda os restos de entulhos e de lixo que são descartados, de forma irregular, na lateral da estrada.

Outra moradora aposentada e que reside próximo à estrada, no bairro Savoy II, mas preferiu não se identificar, explica que já ocorreram diversos acidentes naquele trecho, em especial, na curva onde há uma rotatória, e dá acesso à avenida José Batista Campos, bem próximo ao aeroporto de Itanhaém.

Na sua opinião, os pedestres e ciclistas convivem com riscos diariamente, já que o trecho é bastante movimentado e não tem sinalização, sendo a principal via de acesso para quem se dirige ao centro ou ao aeroporto.

AEROPORTO.
O terminal do aeroporto de Itanhaém fica localizado na avenida José Batista Campos, no bairro Jardim Oásis, em frente a rotatória que dá acesso à estrada Coronel Joaquim Branco, e possui uma pista de 1.350 metros podendo receber voos de instrução e comerciais.

O aeroporto, que vinha sendo administrado pelo governo do Estado em operação conjunta com o Departamento Aéreo do Estado de São Paulo (Daesp), foi concedido à iniciativa privada em novembro de 2017. Atualmente é administrado pelo consórcio Voa SP.

A prefeitura de Itanhaém, por sua vez, informa que o local possui iluminação pública em toda a sua extensão. Mas que possui em andamento um projeto de PPP (Parceria Público Privada) que visa a modernização do parque de iluminação pública, com a troca por lâmpadas de LED.

Diz que o local já se encontra inserido no cronograma de serviços do setor de manutenção viária e, em breve, estará recebendo benfeitorias como pintura e manutenção de lombadas. E que essa região foi objeto de intervenção recente com o alargamento da pista, o que ofereceu maior segurança a todos que trafegam pelo local.

Afirma ainda que o local possui serviço de coleta de lixo diária, pela manhã e no período da tarde, e que o descarte irregular de entulho ocorre por parte dos próprios moradores. E que realiza a fiscalização e autuação dos moradores que realizam o descarte irregular.

Para que isto ocorra, é importante a participação da população denunciando pelo telefone (13) 3421-1600 ramais 1684/1676.