Em Itanhaém, primeira operação com ‘drone’ flagra desmatamento e ocupação ilegal

Ação contou com profissionais das Secretarias de Trânsito e Segurança, Planejamento e Meio Ambiente, Obras e Desenvolvimento Urbano e Polícia Militar Ambiental

Comentar
Compartilhar
06 MAI 2021Por Da Reportagem10h30
Desmatamento em área de Itanhaém foi flagrado com ajuda de droneDesmatamento em área de Itanhaém foi flagrado com ajuda de droneFoto: Divulgação / Prefeitura Municipal de Itanhaém

Uma força tarefa realizada na manhã desta quarta-feira (5) em Itanhaém, resultou no flagrante de desmatamento em área pública e protegida por órgãos ambientais. A ação rápida da operação aconteceu logo após o drone da GCM identificar uma área de difícil acesso no Bairro Maranata que estava sendo desmatada naquele momento.

A ação contou com profissionais das Secretarias de Trânsito e Segurança, Planejamento e Meio Ambiente, Obras e Desenvolvimento Urbano e Polícia Militar Ambiental. As regiões da cidade visitadas hoje foram o Belas Artes, América, Umuarama, Jardim Magalhães, Maranata e Rio Preto.

Para o secretário de Trânsito e Segurança, Milton Gordo, “o drone que foi adquirido recentemente, contribuiu de forma significativa, para o sucesso da operação de hoje”, ressalta. “Em seu primeiro uso oficial, foi possível identificar uma região que estava sendo desmatada para invasão irregular de área pública. Essas operações irão acontecer com muito mais frequência, tendo em vista a estruturação da Guarda Municipal Ambiental, um novo departamento da GCM que visa exclusivamente coibir desmatamento irregular e invasões de terras em áreas públicas”, reitera o secretário.

Segundo o secretário de Meio Ambiente, César Ferreira, “A força tarefa mostra que estamos no caminho certo. Vamos intensificar as operações para evitar que mais áreas protegidas sejam desmatadas. Além de causar prejuízos irreparáveis ao meio ambiente, a invasão dessas áreas provocam impactos sociais graves, pois as consequências vão além do dano ambiental, provocam o aumento da demanda de serviços públicos de saúde, segurança, infraestrutura e emprego".

O município de Itanhaém integra o sistema de vigilância ambiental integrada do Programa Litoral Sustentável. O planejamento e monitoramento são voltados, especialmente, para áreas de ocupações irregulares e ambientalmente relevantes, e envolverá ações conjuntas de fiscalização com uso de tecnologias inteligentes.

O objetivo do programa é promover o desenvolvimento econômico e social do litoral paulista em harmonia com a conservação dos recursos naturais, realocação de famílias em área de risco socioambiental e desenvolvimento institucional do estado de São Paulo e municípios para planejamento territorial e monitoramento e fiscalização ambiental.