Consórcio é habilitado para gerir aeroportos

Consórcio vai operar um conjunto de cinco aeroportos estaduais, incluindo o aeroporto de Itanhaém

Comentar
Compartilhar
01 ABR 2017Por Da Reportagem10h00
Aeroporto de Itanhaém receberá R$ 15,78 milhões, de um total de R$ 93 milhões, a ser investido pelo consórcioFoto: Divulgação

Nesta semana, a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) declarou habilitado o consórcio Voa São Paulo para operar um conjunto de cinco aeroportos estaduais, incluindo o aeroporto Antônio Ribeiro Nogueira Júnior, de Itanhaém. Agora, a previsão da entidade é de que o início dos trabalhos ocorra até junho, após a assinatura do contrato.

O consórcio é formado pelas empresas Terracom Construções (líder do grupo com 42,5% das ações), Estrutural Concessões de Rodovias (29,51%), MPE Engenharia e Serviços S.A. (15%), Nova Ubatuba Empreendimentos e Participações LTDA (12,5%) e ALC Participações e Empreendimentos (0,49%). A oferta selecionada pela entidade foi de R$ 24,439 milhões, o que representa ágio de 101% sobre o valor mínimo de outorga previsto para a licitação (R$ 12,159 milhões), valor destinado ao governo estadual.

Comerciantes do local já aguardam ansiosos pelas novidades. Um exemplo é Jussara Tiba, de 50 anos, que está inaugurando sua lanchonete na Avenida José Batista Campos. “Eu acho que esse bairro tem um potencial muito grande de crescimento. O comércio ao redor é bem ativo”, destacou.

Além do aeroporto local, a concessão envolve os aeroportos Gastão Madeira (Ubatuba), Comandante Rolim Adolfo Amaro (Jundiaí), Campo dos Amarais (Campinas) e Arthur Siqueira (Bragança Paulista). Ao longo dos trinta anos de contrato, o concessionário deve investir cerca de R$ 93 milhões no conjunto. O aeroporto de Itanhaém receberá R$ 15,78 milhões deste montante.

O aeroporto de Itanhaém possui pista de 1.350 metros, terminal de passageiros com 1.560 m² (sendo 500 m² do Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo - Daesp e 1.060 m² da Petrobras), com estacionamento para 50 veículos. No ano de 2016, recebeu 13.479 passageiros e 11.538 aeronaves, sendo o 4º mais movimentado da rede do Daesp neste período.